Acompanhar torneios de eSport está se tornando uma atividade cada vez mais comum entre os apaixonados por games. Afinal, grandes competições com estruturas profissionais realmente convidam os fãs para acompanhar um jogo eletrônico como se fosse um verdadeiro esporte. Buscando avaliar o estado desse entretenimento no campo comercial, uma pesquisa recente da EEDAR apontou que esse público investe mais dinheiro em equipamentos e video games que os demais jogadores.

Segundo os dados da consultoria especializada nos Estados Unidos, os espectadores de eSport gastam uma média de US$ 250 a mais que os demais gamers para montar o seu PC. Os fãs das competições investem mais que o dobro em equipamentos como headsets, mouses e teclados, fechando uma média de US$ 1.057 para construir seu computador para as jogatinas.

O público que não acompanha os games competitivos afirmou investir, em média, US$ 805 em seu PC, como evidencia o gráfico abaixo.

Mas não é apenas pelos computadores que os fãs de eSport investiram mais que os demais gamers. Outra seção da pesquisa buscou comparar os gastos com jogos eletrônicos ao longo de 12 meses entre os dois grupos e teve resultados semelhantes.

O público que acompanha os torneios afirmou ter gastado uma média superior em games para PC, consoles, portáteis e jogos mobile. Ao todo, o espectador de eSport investe uma média anual de US$ 335 contra US$ 250 dos demais jogadores.

As frações específicas para cada um dos setores você encontra logo a seguir.

O público de eSport também representou uma porcentagem relevante entre os gamers de PC. 30% dos jogadores da plataforma nos Estados Unidos acompanham as competições de eSport, totalizando 18,6 milhões de espectadores em 2014.

Isso mostra que, com razão, a estrutura profissional dos eventos de eSport traz um bom retorno aos patrocinadores. A Eventbrite também reforçou essa conclusão com outra pesquisa recente, apontando que 47% dos jogadores que participam de um evento do gênero compram novos conteúdos e produtos relacionados ao jogo.

E, pelo visto, o mercado crescerá ainda mais, pois a SuperData afirmou no início do mês que os games competitivos movimentarão pelo mundo cerca de US$ 621 milhões durante o ano, especialmente em grandes torneios de League of Legends, DotA 2, Counter-Strike: Global Offensive, World of Tanks e Smite.

É o de se esperar de um termo que até foi integrado oficialmente no dicionário, não?

Via Baixaki Jogos.

Cupons de desconto TecMundo: