Ao que tudo indica, a Microsoft definitivamente tem um “botão mágico” e um sistema muito mais vigilante que o do Big Brother. Muito mais do que possamos imaginar. Basta dar o comando que o Xbox One de quem ela quiser será "bricado". Neste caso, há motivos: jogadores que estariam testando uma versão Beta do suposto Gears of War Remastered vazaram o conteúdo e vão pagar muito caro por isso. A Microsoft vai bricar o console deles por tempo indeterminado.

“Bricar”, aqui, nada mais é do que desabilitar completamente o aparelho. Tudo isso, prezados leitores, remotamente. Por meio do “botão mágico”.

Entenda a história

Os vazadores aparentemente tiveram acesso ao game através de um programa chamado “Global Beta Test Network” (ou GBTN para os mais íntimos). O convite para a participação no programa ocorre através de contatos de primeiro grau e por indicação. Milhares de jogadores são recrutados pelas publishers para que jogos em desenvolvimento sejam testados. A iniciativa é oriunda da VMC Games, que presta serviços profissionais para games (oferecendo inclusive laboratórios de testes e afins).

Um grupo de jogadores estaria testando a remasterização de Gears of War nesse esquema. Um deles compartilhou uma foto com o amigo pelo Snapchat, e o conteúdo vazou para a rede. A VMC apurou e enviou notificações aos usuários alertando-os das consequências que enfrentariam por terem quebrado seus NDAs (“Non-disclosure agreement”, que é um “acordo de não divulgação”).

Punição está atrelada à conta e é permanente

“A natureza do vazamento ocorrido através do Xbox One também foi contra os termos de licença da Microsoft, que são acordados ao criar uma conta da Xbox LIVE ou qualquer outro tipo de conta da Microsoft. Dito isso, como os testers quebraram parte de tal acordo, a Microsoft permanentemente desabilitou suas contas da Xbox LIVE (bem como outras contas suspeitas presentes em seus consoles Xbox One) e temporariamente bloqueou todos os seus privilégios do Xbox One – o que significa que, por um período de tempo que a Microsoft decide dependendo da severidade da infração, o Xbox One deles é completamente inutilizável”, diz um e-mail da VMC obtido pelo Kotaku.

O comunicado cita a importância da comunidade e do comportamento dos jogadores no processo. “Gostaríamos de aproveitar essa oportunidade para lembrar a todos que isso é uma comunidade. Suas ações e o comportamento refletem em outros, em nós também, e agir de forma egoísta tem o potencial de prejudicar a experiência de todos. Por favor, esteja ciente de que há outros envolvidos em suas ações”, conclui a declaração.

A identidade dos dois testers não foi revelada. A Microsoft simplesmente acionou o seu “botão mágico” e, remotamente, desabilitou o Xbox One de cada um deles por completo. Desabilitou, bricou, bloqueou, como você preferir. Através de uma punição pela conta, os consoles estão, por tempo indeterminado, absolutamente inutilizáveis. Atualizaremos esta notícia conforme necessário.

Cupons de desconto TecMundo: