Embora seja um assunto de destaque na geração atual de consoles, o downgrade visual pelo qual vários títulos passam em seu desenvolvimento não é exatamente novidade. Prova disso é a existência duradoura de termos como “bullshots”, que definem aquelas capturas de tela que mostram um nível de qualidade que claramente não reflete um produto real.

Assim, não é exatamente surpreendente o fato de que The Witcher 3: Wild Hunt, embora seja inegavelmente bonito, não traz todo o nível de qualidade visto em seu material promocional. Para provar isso, um usuário do site DSO Gaming reuniu uma série de imagens que mostram as modificações pelas quais a apresentação do jogo passou nos últimos anos.

Segundo ele, houve uma redução na quantidade de partículas exibidas em tela, assim como alterações no campo de visão dos jogadores. Outras modificações afetam a qualidade do sistema de iluminação utilizado e as texturas, que parecem menos suaves e fidedignas do que o que foi exibido inicialmente pela CD Projekt RED.

Texturas

Partículas

Atmosfera e campo de visão

Iluminação

Mundo

Combates

Obviamente, essas mudanças não significam que o jogo vai ser menos divertido ou envolvente do que o material divulgado pelo estúdio indica. No entanto, as alterações devem despertar certa polêmica entre aqueles que estão descontentes com o nível de qualidade visual apresentada pelo Xbox One e pelo PlayStation 4 até o momento.

Vale notar que muitas das comparações se baseiam nos primeiros materiais promocionais divulgados pela CD Projekt RED. Quem acompanha a indústria dos games de perto sabe que esse é o tipo de material que menos passa credibilidade, visto que grande parte tem como princípio mostrar muito mais uma “prova de conceito” do que um jogo realmente possível de ser feito.

Via BJ

Cupons de desconto TecMundo: