Em seu último ano fiscal, a Konami registrou um lucro líquido de US$ 79,1 milhões (o que significa um crescimento de 147% em relação à marca de 2013, que ficou em US$ 31, 7 milhões). Os resultados se devem à notável participação da empresa no setor de jogos para mobiles no Japão – o destaque vai para o game de baseball Jikkyou Pawafuru Puroyakyu, que foi baixado por 10 milhões de pessoas em seis meses.

PES 2015 recebeu também seu devido crédito. “Para computadores e consoles, lançamos (...) Pro Evolution Soccer 2015, e o sistema de pagamentos online em seu novo modo tem se saído bem”, informa a publicadora. Apesar do lançamento de títulos como Professional Baseball Spirits 2015, a venda de jogos diversos diminuiu dadas as políticas de “seleção e concentração em função das preferências dos consumidores”.

O próximo relatório fiscal da Konami deverá levar em conta a iminente chegada de Metal Gear Solid V: The Phantom Pain; o bom desempenho nas vendas de PES 2015 pode garantir também um ano de saldos positivos para a empresa.

Fase complicada

A Konami passa por um período nebuloso. Após a saída de Hideo Kojima da publicadora, o futuro da empresa também enquanto desenvolvedora é incerto – não se sabe, por exemplo, quais serão os próximos passos que a franquia Metal Gear vai dar.

Outra notícia que causou agitação em meio à comunidade gamer foi o cancelamento de Silent Hills, que seria encabeçado por Guillermo Del Toro com participação de Norman Reedus (The Walking Dead). O relatório publicado pela Konami não fez menção a nenhum dos contundentes acontecimentos. 

Futuro

O setor de mobiles tem sido visto com carinho pela Konami. Fato é que jogos para celulares e tablets foram “a principal aposta no ramo dos games” feita pela companhia no último ano. De acordo com os mais recentes rumores, pode ser que a divisão de jogos para PC e consoles seja fechada no futuro para que a publicadora dedique seus esforços à criação de mais títulos para dispositivos móveis. Será?

Via BJ

Cupons de desconto TecMundo: