Se você cresceu jogando video game, talvez já tenha ouvido, em algum momento, sua mãe dizendo algo como “sai já da frente dessa televisão, esse negócio de jogo não dá futuro”. Talvez isso até fosse verdade alguns anos atrás, mas podemos dizer que, para sorte de muitos, esse cenário mudou de uns tempos pra cá. 

Aliás, não é preciso procurar muito para perceber essas mudanças. Basta observar que qualquer campeonato que envolve DotA ou League of Legends, por exemplo, sempre premia os vencedores com um montante acima de quatro dígitos (aliás, estamos descontando os zeros após a vírgula), o que atrai cada vez mais a atenção dos amantes de jogos para esse cenário. 

E é aí que pode pintar uma pergunta: quem são os jogadores mais ricos quando o assunto é dinheiro vindo de campeonatos envolvendo jogos online? Pensando nisso, o site The Richest publicou uma lista com 15 nomes conhecidos por quem acompanha esse cenário, e você confere cada um deles a seguir: 

15. Lee “Flash” Young-Ho – US$ 495 mil

Conhecido como Flash, esse jovem sul-coreano é jogador profissional de StarCraft que começou a demonstrar suas habilidades de maneira mais firme aos 14 anos, quando se junto ao KT Rolster. De lá para cá, também conseguiu a proeza de conquistar o primeiro lugar por mais tempo no KeSPA Ranking, além de obter a maior taxa de vitórias/derrotas numa comparação com qualquer outro jogador: 71,74%. 

Usuário dos terranos em partidas de StarCraft, é considerado por muitos como o melhor jogador de todos os tempos do jogo lançado pela Blizzard. Está com 22 anos atualmente, e obteve sua fortuna em partidas de StarCraft: Brood War e StarCraft II. 

14. Kurtis “Aui_2000” Ling – US$ 498 mil

Apesar dos olhos puxados, Kurtis Ling é um canadense que já ganhou quase meio milhão de dólares em partidas de DotA 2. Membro da Evil Geniuses, Aui_2000 joga como suporte, e recentemente ajudou o seu time a ganhar o DotA 2 Asia Championships (DAC) 2015 em Xangai, na China, onde o prêmio geral era de US$ 3 milhões. Deste total, Kurtis abocanhou US$ 257 mil. 

13. Xie “Super” Junhao – US$ 532 mil

Mais um representante da lista dos que se dedicam a DotA 2, Junhao começou a jogar profissionalmente em 2011. Integra a equipe da Vici Gaming atualmente, e ajudou o seu time a obter o segundo lugar no The International 2014, o maior campeonato de DotA do mundo – e, com isso, levou para casa US$ 295 mil da premiação obtida pelo grupo, que foi de US$ 1,47 milhão. 

Curiosamente, apenas em 2014 ele obteve a marca de quase US$ 381 mil, que representa pouco mais de 71% de seus rendimentos. Aliás, o ano de 2015 já começou bem para a Vici Gaming, que conseguiu um segundo lugar no DAC 2015 e mais US$ 74 mil para a conta de Super. 

12. Peter “ppd” Dager – US$ 577 mil

Junto com Kurits Ling, Dager é outro membro da Evil Geniuses – porém, este ocupa o posto de capitão. Nos últimos dois anos, obteve 99% de sua renda (ou seja, US$ 572 mil) em campeonatos de DotA 2, sendo US$ 313 mil vindo de 19 torneios dos quais participou com a sua equipe. 

Neste ano, a vitória da Evil Geniuses no DAC 2015 garantiu a ppd nada menos que US$ 256 mil, além de outros US$ 2 mil vindos de outro torneio – o que não é nada mal para um início de ano, diga-se de passagem. 

11. Lee “Jaedong” Jae Dong – US$ 578 mil

Considerado um dos maiores jogadores da raça Zerg em StarCraft: Brood Wars e participante de torneios de StarCraft II, Jae Dong bateu o recorde do americano Johnathan “Fatal1ty” Wendel no que diz respeito a maior faturamento em competições ao conseguir US$ 489 mil em prêmios. 

Nascido na Coreia do Sul, começou a jogar profissionalmente em 2006, e conseguiu conquistar uma fortuna de US$ 578 mil com apenas 25 anos. 

10. Saahil “UNiVeRsE” Arora – US$ 581 mil

Eis que temos mais um membro da Evil Geniuses nessa lista dos 15 jogadores mais ricos. Participante de todas as competições do The International, Arora é, de acordo com o site E-Sports Earnings, o norte-americano que mais conseguiu dinheiro em competições em jogos, além de ocupar a nona colocação nesse sentido quando observamos o ranking mundial. 

UNiVeRsE joga profissionalmente desde 2011, mas viu suas cifras crescerem de forma mais abundante em 2014, quando obteve US$ 312 mil após participar de 18 torneios, sendo US$ 207 mil de um terceiro lugar no The International 2014. Da mesma forma que Peter “ppd” Dager, já conseguiu US$ 258 mil em 2015. 

9. Oleksandr “XBOCT” Dashkevych – US$ 601 mil

Tido como o segundo ucraniano a conseguir mais prêmios em campeonatos (perdendo apenas para Danil “Dendi” Ishutin, seu companheiro de time), Dashkevych faz parte do time Na’Vi, que ganhou mais fama após vencer o The International 2011. Nesta competição, faturou US$ 200 mil (de aproximadamente US$ 204 mil em 2011), além de US$ 150 mil em 2013 e a mesma cifra em 2014. 

8. Danil “Dendi” Ishutin – US$ 604 mil

Parceiro de Oleksandr “XBOCT” Dashkevych na Na’Vi, Ishutin é conhecido pelos que acompanham competições de DotA por possuir um estilo de jogo pouco convencional. Começou sua carreira no time em questão em 2011, e de lá para cá conseguiu boas marcas no The International: US$ 200 mil por vencer a edição do ano mencionado, US$ 50 mil em 2012, US$ 126 mil em US$ 2013 e US$ 103 mil no ano passado. 

7. Clement “Puppey” Ivanov – US$ 667 mil

Aos 24 anos, o estoniano foi considerado pelo site E-Sports Earnings como o jogador com maior rendimento fora da China. Jogou pela Na’Vi entre 2011 e 2014, quando deu um novo rumo à sua carreira ao se unir ao Team Secret – e ao defender o símbolo desse clã ele conseguiu o terceiro lugar no DAC 2015. 

6. Jang “Moon” Jae Ho – US$ 443 mil em vitórias, US$ 500 mil em contrato

Não é difícil ver jogadores que, além de obterem altos rendimentos com prêmios vindos de campeonatos, conseguem complementar suas rendas com dinheiro de patrocinadores – e Jae Ho é um desses, especialmente após assinar um contrato de meio milhão de dólares com o time coreano WeMade FOX Warcraft III em 2009. 

Sua carreira começou em 2003, e de lá para cá ele conquistou US$ 454 mil em vitórias em Warcraft III, além de ter sido cinco vezes campeão do Warcraft III World Champion e vencedor de três ligas nacionais televisionadas na Coreia do Sul. Sua fortuna talvez pudesse ser um pouco maior a essa altura, mas está aposentado do mundo das competições desde 2014. 

5. Lee “NaDa” Yun-Yeol – US$ 302 mil em vitórias, US$ 690 mil em contrato

Tido como um dos jogadores de maior sucesso em StarCraft de todos os tempos, NaDa conseguiu acumular US$ 302 mil em vitórias ao longo de nove anos de participação em competições. Porém, foi o contrato de três anos assinado em 2007, no valor de US$ 690 mil, que fez a sua fortuna aumentar ainda mais. 

Atualmente com 28 anos, ficou conhecido por muitos como “Genius Terran” por conta das suas habilidades de gerenciamento e estratégias inovadoras, mas se aposentou em 2012 para cumprir suas obrigações militares na Coreia do Sul. 

4. Matt “NaDeSHoT” Haag – US$ 186 mil em vitórias, US$ 700 mil anualmente com transmissões e propagandas

Após vários jogadores de títulos estratégicos, enfim temos um representante do grupo dos que preferem jogos de tiro em primeira pessoa. Provavelmente um dos jogadores mais bem pagos quando o assunto é Call of Duty, é um dos proprietários e capitão do OpTic Gaming Team, além de ser membro da Red Bull e-Sports. 

Parte de seus rendimentos são originários do YouTube, onde tem 1,5 milhão de seguidores e um contrato lucrativo para transmitir suas jogatinas diariamente. Por conta disso, há relatos de que, em 2014, ele tenha feito US$ 700 mil com o seu canal no site de vídeos. 

3. Johnathan “Fatal1ty” Wendel – US$ 455 mil em vitórias, além de lucros com vendas

Se a essa altura você estava estranhando o fato de o nome de Fatal1ty ter aparecido apenas como uma menção mais acima, hora de ler um pouco mais sobre o jogador norte-americano que fez sua fama em jogos como Quake III Arena, Unreal Tournament 2003 e Painkiller. 

Antes de se aposentar em 2006, obteve 12 títulos de campeão mundial e quatro prêmios de jogador do ano, além de ter sido o primeiro a obter um Lifetime Achievement Awards em agosto de 2010 e conquistar o recorde de atleta virtual com maior rendimento (US$ 459.919 mil), que foi batido por Lee Jae Dong no final de 2013. 

Atualmente, seus rendimentos são oriundos de produtos vendidos pela sua empresa, a Fatal1ty Inc, e é por meio dela que muitos jogadores podem obter mouse pads, headphones e outros produtos que levam a sua marca. 

2. Team Newbee – US$ 5,88 milhões coletivamente

Ok, hora de abrir uma exceção para incluir um time na lista: o Team Newbee, composto por Jiao “Banana” Wang, Chen “Hao” Zhihao, Wang “SanSheng” Zhaohui, Zhang “Mu” Pen e Zhang “xiao8“ Ning. Estão nessa relação por terem sido os vencedores do The International 2014 e levarem para casa US$ 5 milhões (sendo US$ 1 milhão para cada um) e lançar todos eles para lugares de destaque na lista dos jogadores que mais faturaram em competições. 

1. Carlos “Ocelote” Rodriguez – entre US$ 820 mil e US$ 950 mil anualmente

Membro do SK Gaming, esse jogador espanhol de League of Legends (que também teve passagem por times profissionais de World of Warcraft) disse, em entrevista ao site Daily Dot em 2013, que ganha anualmente meio milhão de euros apenas com mercadorias, o que representa 70% do total – afinal, é preciso adicionar as premiações obtidas em torneios, o que ele fatura com transmissão de partidas e a verba de patrocinadores pessoais, chegando à marca que você vê mais acima.

 ...

E quanto a você, sonha em se tornar uma celebridade do eSports algum dia? Deixe a sua mensagem no espaço destinado aos comentários.

Cupons de desconto TecMundo: