Procurando um novo MMORPG para começar a jogar? Bem, disso a internet já está cheia. Agora, quando falamos de bons MMORPGs a história é completamente diferente: não são muitos nos últimos tempos que têm conseguido sair daquela proposta genérica de ir de um NPC a outro, matar uma dezena de furões da montanha gigantes e conseguir algumas moedas e experiência como recompensa.

Com isso, o BJ resolveu preparar uma pequena lista com alguns dos títulos que mais chamaram nossa atenção neste início de ano, seja por trazerem grandes novidades, proporem uma jogabilidade nova ou simplesmente continuarem se mostrando tão bons quanto já eram antes. Confira logo abaixo:

1- World of Warcraft

Porque dar uma chance: o MMORPG mais completo de todos

World of Warcraft dispensa apresentações – afinal, este é não apenas um dos MMOs a mais tempo no mercado, como também com o maior número de jogadores. E o motivo aqui não é pela chegada de nenhuma grande expansão, patch, raça, classe, mapa ou qualquer conteúdo parecido; convenhamos que o game por si só tem mais do que suficiente, atualmente, para que qualquer jogador possa investir centenas de horas de jogo.

2- Final Fantasy XIV

Porque dar uma chance: um toque de nostalgia e originalidade ao gênero

De um enorme fracasso em seu lançamento inicial, FF14 voltou completamente refeito, fazendo um sucesso absurdo entre os jogadores. Não é à toa: o título conseguiu trazer tudo o que há de melhor nas mecânicas dos mais famosos MMORPGs, mas adicionando um toque próprio, como o sistema multiclasse – e, principalmente, muitos elementos amados pelos fãs de Final Fantasy, como chocobos e os trajes clássicos de certas classes.

Não há como deixar de notar, é claro, o fato de que o game ainda deve receber sua primeira expansão, FF: Heavensward, ainda em 2015. Este promete trazer muitas novidades para Eorzea, incluindo novas classes, raças, missões e até mesmo Limit Breaks.

3- ArcheAge

Porque dar uma chance: mais livre do que qualquer outro

Normalmente, quando pensamos em MMORPGs, as mesmas coisas vêm à nossa mente. Matar inimigos, cumprir quests, comprar equipamentos, matar chefes, repetir tudo isso incansavelmente... Tudo bastante simples e limitado.

Já ArcheAge é tudo sobre liberdade: com uma proposta mais próxima de um sandbox, o game traz mecânicas das mais variadas, que permitem a você desde sair por aí para viver uma vida de guerreiro e aventureiro até simplesmente conseguir uma casa e cuidar dela. É possível até mesmo navegar pelo mar de barco para ajudar a vender produtos ou resolver dar uma de pirata e sair pelos sete mares roubando e pilhando. A escolha é sua.

4- Tree of Savior

Porque dar uma chance: atualizando um clássico

Lembra-se de Ragnarök Online e como ele foi um sucesso absurdo aqui no Brasil? Pois bem, depois de tantos anos o game acabou por ser esquecido pelos fãs, já que simplesmente não se atualizou o suficiente.

Mas e se houvesse um sucessor espiritual para o RPG, trazendo o visual e estilo de jogo para mecânicas mais atuais? O resultado seria Tree of Savior. Quem conhece o jogo original, de fato, vai acabar se confundindo com a semelhança, de início; as diferenças nas animações, efeitos e mecânicas, por outro lado, acabam por destacar o novo título de maneira bastante positiva, neste caso.

Infelizmente, ainda não temos qualquer sinal dizendo se o lançamento internacional deste título vai ocorrer em 2015. Mas vamos torcer que sim.

5- Atlantica Online

Porque dar uma chance: um Final Fantasy Tactics em MMO

Ok, MMORPGs com temática pirata não são, nem de longe, uma novidade. Mas Atlantica não veio se destacar por isso, e sim pelo seu sistema de batalha tático, em turnos, a lá Final Fantasy Tactis. Em um mercado que carece de títulos do gênero, saber que há um MMORPG com uma proposta como essas definitivamente é algo bem-vindo (mesmo que o jogo já esteja mostrando os sinais da idade).

6- TERA

Porque dar uma chance: trazendo ação para seu MMO

Se o item acima vai em direção a uma estratégia pesada, Tera segue o extremo oposto. Embora mantendo parte da jogabilidade de um MMORPG clássico, ele introduz movimentos como esquiva e defesa para a batalha. E enquanto em outros jogos do gênero sua posição e distância contam pouco para o acerto do ataque, aqui é preciso que o inimigo esteja sempre em sua mira para acertar. Assim, temos um game com foco muito maior na ação e seus reflexos do que um poderoso equipamento ou o conjunto certo de habilidades.

7- EVE Online

Porque dar uma chance: o ápice do Sci-Fi

E para fechar nossa lista, nada mais apropriado do que outro título muito famoso. EVE Online é o sonho de qualquer fã de ficção científica, não apenas por sua ambientação diferente, mas por colocar você no controle de enormes naves no espaço, no lugar de um único personagem, e se aventurar pelo espaço enquanto trava guerras com as mais inesperadas criaturas.

Parece simples? Pois saiba que não é. Aqueles capazes de chegar ao endgame saem de um simples jogo de exploração para uma verdadeira batalha diplomática entre guildas, com direito a tratados de paz, negociações, tréguas e, inclusive, a maior guerra já registrada em um MMO de toda a história. Se você queria sentir toda a intriga política de séries Sci-Fi como Star Trek e Battlestar Galactica, está aí sua chance.

.....

Pois bem, pessoal. Essa foi nossa lista de sugestões, mas é claro que estes não são nem de longe todos os melhores. Assim, por que não deixa sua sugestão de MMO nos comentários?

Via BJ

Cupons de desconto TecMundo: