Se os casos de jogadores usando cheat já representam um dos problemas menos éticos enfrentados pelo cenário profissional de Counter-Strike: Global Offensive, as denúncias estão mostrando que a situação continua feia para alguns “pro gamers”. O site Daily Dot está expondo uma série de acusações contra a equipe iBuyPower, que no ano passado perdeu uma duvidosa partida contra a NetcodeGuides e gerou mais de US$ 10 mil de lucro para os que depositaram suas armas contra o time no site CSGO Lounge.

A partida, parte da liga norte-americana CEVO, ocorreu no dia 21 de agosto de 2014 e trouxe um inacreditável resultado de 16 a 4 contra a iBuyPower. No entanto, o que despertou a atenção de todos foi o comportamento dos jogadores da equipe norte-americana, que tentavam matar com a faca os adversários em situações inusitadas e até mesmo riam enquanto perdiam a partida.

Logo depois do fracasso, os componentes do time atribuíram o resultado a uma série de fatores negativos, como a falta de treino no mapa disputado e a conexão instável. As suspeitas, no entanto, logo trouxeram provas concretas.

As acusações

Apesar das explicações, conversas particulares com os jogadores envolvidos mostram que a situação foi muito mais orquestrada do que eles diziam. Logo após o jogo, Shahzeb “ShahZam” Khan, membro da NetcodeGuides, conversou com uma fonte do Daily Dot e revelou alguns pontos duvidosos. “Essa é a primeira partida que eu ouvi falar que foi fraudada”, relatou o jogador.

Um funcionário do site de apostas CSGO Lounge também confirmou que nove contas apostaram o máximo possível contra a iBuyPower, e todas elas estavam relacionadas a uma só pessoa. Cada uma recebeu cerca de US$ 1.200 em armas raras por conta da derrota da equipe.

Outras acusações foram levantadas em conversas entre o jogador Derek “dboorn” Boorn com sua ex-namorada, que divulgou o esquema relacionado com o dono de todas as apostas vencedoras: o vietnamita Duc "cud" Pham.

Apesar de todas as denúncias, o Daily Dot entrou em contato com o site de apostas e com a organização da CEVO para saber se haveria alguma investigação, e ambos confirmaram que estão tomando providências.

“A CEVO proíbe os jogadores de participarem em qualquer forma de aposta envolvendo seus próprios times, e qualquer um que for pego violando essa política será imediatamente suspenso”, relatou a nota oficial da organização.

Até o momento, nenhuma punição foi anunciada, mas é bem possível que o cenário profissional de Counter-Strike veja mais alguns jogadores sendo desmascarados com tantas acusações.

Via BJ

Cupons de desconto TecMundo: