Quem nunca passou pela situação de certos games simplesmente não rodarem mais no console? Entre os amigos em frente ao aparelho, sempre algum sugere a primeira coisa a se fazer quando nada mais dá certo: “vira o videogame de ponta-cabeça que funciona!”

Você sabe como surgiu essa providência tida por muitos como uma verdadeira solução para consoles que estão parando de rodar os jogos? Nas linhas abaixo vamos explicar um pouco mais sobre a história de como surgiu o hábito de virar o aparelho em diversos ângulos tentando fazê-lo durar mais alguns meses.
Como em um passe de mágica!
Com certeza muitas pessoas que tiveram um Playstation, o primeiro console da Sony, ou conheceram alguém que adquiriu o aparelho, já ouviram falar ou até mesmo presenciaram a magia envolvida no ato de virá-lo de ponta-cabeça, milagrosamente resolvendo o problema em rodar diversos jogos.
O mais curioso de tudo é que ninguém sabia o porquê disso dar certo, apenas argumentando algo como “vira ele que funciona e ponto final”. Neste artigo, vamos explicar um pouco mais sobre o real motivo de virar o console resolver o problema em alguns casos, ao menos momentaneamente.
O que ocorre?
Durante os anos de uso do nosso antigo Playstation, alguns canhões de leitura começavam a perder o alinhamento com o CD, dificultando a leitura da mídia. A maneira correta de corrigir o problema seria resumidamente abrir o sistema e apertar novamente alguns componentes, realinhando o laser até que ele voltasse a rodar os jogos.
O mais curioso de tudo é que virando o console de ponta-cabeça ou em alguns casos colocando-o “de lado” muitas vezes alinhava o canhão naquela posição, resolvendo o problema e quase milagrosamente fazendo os jogos voltarem a funcionar, para a alegria de todos.
Mas e hoje?
Embora muitos depoimentos apontem que essa mesma medida também ajuda com problemas na versão Slim do Playstation 2, pouco se sabe realmente a respeito de como ela atua nesse caso, embora o aparelho tenha um aparelho de leitura semelhante ao do PSX.
Já nos consoles da sétima geração, como o XBox ou o PS3, não é comprovado que virá-los em qualquer direção possa melhorar algo na hora de rodar os games. Além disso, os últimos aparelhos contam com leitores muito semelhantes aos dos computadores atuais, que podem funcionar normalmente em qualquer posição.
Pega na Mentira!
A redação do Baixaki Jogos preparou uma notícia repleta de lendas e mitos envolvendo o mundo dos games. Confira o link da matéria e saiba de diversos outros rumores interessantes em relação a alguns dos jogos mais famosos da história.
Já passou por issoO Baixaki gostaria de saber se você, nosso usuário, já passou por algumas das situações descritas neste artigo. Se já, conte a todos como resolveu o problema e se realmente virar o aparelho ou realizar algum procedimento inusitado surtiu um efeito positivo na hora de rodar os gameQuem nunca passou pela situação de certos games simplesmente não rodarem mais no console? Entre os amigos em frente ao aparelho, sempre algum sugere a primeira coisa a se fazer quando nada mais dá certo: “vira o videogame de ponta-cabeça que funciona!”

Você sabe como surgiu essa providência tida por muitos como uma verdadeira solução para consoles que estão parando de rodar os jogos? Nas linhas abaixo vamos explicar um pouco mais sobre a história de como surgiu o hábito de virar o aparelho em diversos ângulos tentando fazê-lo durar mais alguns meses.

Como em um passe de mágica!

Com certeza muitas pessoas que tiveram um Playstation, o primeiro console da Sony, ou conheceram alguém que adquiriu o aparelho, já ouviram falar ou até mesmo presenciaram a magia envolvida no ato de virá-lo de ponta-cabeça, milagrosamente resolvendo o problema em rodar diversos jogos.

O mais curioso de tudo é que ninguém sabia o porquê disso dar certo, apenas argumentando algo como “vira ele que funciona e ponto final”. Neste artigo, vamos explicar um pouco mais sobre o real motivo de virar o console resolver o problema em alguns casos, ao menos momentaneamente.

O que ocorre?

Durante os anos de uso do nosso antigo Playstation, alguns canhões de leitura começavam a perder o alinhamento com o CD, dificultando a leitura da mídia. A maneira correta de corrigir o problema seria resumidamente abrir o sistema e apertar novamente alguns componentes, realinhando o laser até que ele voltasse a rodar os jogos.

O mais curioso de tudo é que virando o console de ponta-cabeça ou em alguns casos colocando-o “de lado” muitas vezes alinhava o canhão naquela posição, resolvendo o problema e quase milagrosamente fazendo os jogos voltarem a funcionar, para a alegria de todos.

Vira que funciona!

Mas e hoje?

Embora muitos depoimentos apontem que essa mesma medida também ajuda com problemas na versão Slim do Playstation 2, pouco se sabe realmente a respeito de como ela atua nesse caso, embora o aparelho tenha um aparelho de leitura semelhante ao do PSX.

Já nos consoles da sétima geração, como o XBox ou o PS3, não é comprovado que virá-los em qualquer direção possa melhorar algo na hora de rodar os games. Além disso, os últimos aparelhos contam com leitores muito semelhantes aos dos computadores atuais, que podem funcionar normalmente em qualquer posição.

Pega na Mentira!

A redação do Baixaki Jogos preparou uma notícia repleta de lendas e mitos envolvendo o mundo dos games. Confira o link da matéria e conheça diversos outros rumores interessantes em relação a alguns dos jogos mais famosos da história.

Já passou por isso?

O Baixaki gostaria de saber se você, nosso usuário, já passou por algumas das situações descritas neste artigo. Se já, conte a todos como resolveu o problema e se realmente virar o aparelho ou realizar algum procedimento inusitado surtiu um efeito positivo na hora de rodar os games. 

 

Cupons de desconto TecMundo: