(Fonte da imagem: Divulgação/Sony)

Como você já conferiu no Baixaki Jogos, o PlayStation Vita deve chegar ao Ocidente no começo do próximo ano. A Sony ainda não oficializou a data do lançamento do portátil, mas rumores apontam para a primavera norte-americana, ou seja, entre os meses de março e junho de 2012.

Porém, enquanto muita gente já prepara os bolsos para comprar o console, há aqueles que aproveitam esse período de “quase morte” do PSP para correr atrás de títulos que não puderam conferir na época em que eles chegaram às lojas, pois é de se esperar que tanto o aparelho quanto seus títulos tenham uma considerável queda de preço com a chegada de seu sucessor.

Para ajudar quem optou por conhecer tudo o que o PlayStation Portable tem de melhor nos próximos meses, o Baixaki Jogos decidiu fazer uma pequena lista com os jogos que merecem ser conferidos por quem for colocar suas mãos pela primeira vez no portátil.

God of War: Chains of Olympus e Ghost of Sparta

(Fonte da imagem: Divulgação/Sony)

É praticamente impossível falar dos melhores jogos de PSP sem começar pela saga God of War. Apesar de ser uma série nascida nos consoles de mesa, a versão de bolso da busca de vingança de Kratos conseguiu alcançar a mesma qualidade de seus irmãos mais velhos. Prova disso é que, pouco tempo depois, os dois games chegaram ao PS3.

A começar por Chains of Olympus, o título com a maior nota da plataforma no Baixaki Jogos. Também pudera, já que ele consegue reproduzir todas as qualidades do original e adaptá-las às limitações do portátil, criando uma experiência única. Além disso, é nele que conhecemos um pouco sobre o passado do personagem e as razões que o fizeram se rebelar contra os deuses.

(Fonte da imagem: Divulgação/Sony)

Ghost of Sparta, por outro lado, reaproveita muito do sucesso para God of War 3, principalmente por conta de sua câmera mais aberta. A mudança é bem positiva e colabora para o clima épico da trama, que coloca Kratos frente a frente com seu irmão, Deimos, em uma das batalhas mais intensas de toda a franquia.

Metal Gear: Peace Walker

Outro jogo cuja versão portátil se saiu tão bem quanto nos consoles é Metal Gear: Peace Walker. A missão de Big Boss na América Central trazia o “selo de qualidade Hideo Kojima” tanto em aspectos gráficos quanto de narrativa, o que fez com que os fãs esperassem ansiosamente por seu lançamento.

(Fonte da imagem: Divulgação/Konami)

Assim como God of War, Peace Walker foi tão elogiado que também está prestes a receber uma adaptação para PlayStation 3 e Xbox 360. Com um visual ainda melhor, será possível conferir a jornada em alta definição.

Trilogia Patapon

Quem diria que pequenas criaturas de um único olho poderiam protagonizar um dos títulos mais divertidos de todo o PSP? A trilogia Patapon é a prova de que não é preciso ter grandes gráficos para que um jogo seja ótimo, mas sim uma proposta original.

Ao som de “Pata-pata-pata-pon” e “Pon-pon-pata-pon”, os pequenos seres tribais também mostraram que um jogo rítmico não exige botões coloridos ou sequências absurdas a serem memorizadas. Ao pressionar as canções sagradas nas batidas certas, é possível fazer tanto os monstrinhos avançarem quanto evocar os poderes da natureza para ajudá-lo.

(Fonte da imagem: Divulgação/Sony)

É a partir dessa fórmula simples que temos um dos games mais divertidos não só do console, mas de toda a geração. É praticamente impossível jogar e não ficar cantarolando as músicas de guerra por algumas horas.

Crisis Core: Final Fantasy VII

(Fonte da imagem: Divulgação/SquareEnix)De todos os episódios da série, Final Fantasy VII é o mais popular. Seja pelo fato de ser um dos primeiros games da história a trazer a modelagem 3D aos consoles de mesa ou por ter uma das histórias mais envolventes dos RPGs, a saga de Cloud, Tifa e Aeris extrapolou os três discos da Square Enix (quando ela ainda se chamava SquareSoft) e deu origem a vários outros jogos, filmes e contos literários que complementavam a já extensa trama.

Em Crisis Core, voltamos no tempo e conhecemos um pouco o passado de Zack Fair, o SOLDIER de Primeira Classe que inspirou Cloud a empunhar a Buster Sword no futuro. Além disso, também sabemos mais sobre as experiências com Jenova que originaram a loucura de Sephiroth, um dos vilões mais simbólicos dos games.

Juntamente com o enredo, o incrível visual e a jogabilidade diferenciada ajudaram a fazer com que Crisis Core: Final Fantasy VII se transformasse em um dos maiores clássicos do PSP.

Dissidia: Final Fantasy

Independente do fato de você ser ou não fã da franquia da Square Enix, temos de concordar em uma coisa: ver todos os heróis e vilões de Final Fantasy usando suas habilidades para descobrir quem é o mais forte é algo que empolga. Tanto no Dissidia original quanto em Duodecim, temos as marcas registradas da série sendo usadas em conjunto, o que torna tudo ainda mais alegórico e divertido.

(Fonte da imagem: Divulgação/SquareEnix)

O que mais se destaca, no entanto, não é o fato de as gigantescas espadas ou as magias altamente elaboradas estarem de volta. Os dois games são presença obrigatória na lista de qualquer pessoa que queira conhecer o PSP por conta de sua mecânica diferenciada. Apesar de ser um título de luta, o jogo tem um sistema próprio de ataque e de causar dano, adicionando pitadas de estratégia à loucura dos combates.

Kingdom Hearts: Birth by Sleep

Outro jogo que nasceu nos consoles, mas conseguiu se desenvolver muito bem no PlayStation Portable, foi Kingdom Hearts. O encontro entre Final Fantasy e Disney se expandiu a ponto de criar uma mitologia própria. Em Birth by Sleep, conhecemos os antigos portadores da Keyblade e sua relação com Sora e Riku, além de saber como os vilões do passado irão aparecer no futuro da franquia.

(Fonte da imagem: Divulgação/SquareEnix)

Grand Theft Auto

Como não poderia deixar de ser, a série GTA também esteve presente no PSP. Tanto em Liberty City quanto em Vice City Stories, conferimos a jogabilidade clássica da Rockstar, mostrando que tamanho não é documento quanto se trata de roubar carros, enfrentar bandidos e ser o rei das ruas.

(Fonte da imagem: Divulgação/RockStar)

Monster Hunter

Apesar de não ser tão popular aqui no Ocidente, a série Monster Hunter é um verdadeiro fenômeno no Japão. Há até quem considere o título de caçada como o equivalente da Sony para Pokémon, já que o sucesso obtido pela franquia é quase que equivalente à febre dos monstrinhos de bolso da Nintendo. A mecânica é bem simples: você deve matar criaturas para criar novos equipamentos, o que permitirá ir atrás seres ainda mais fortes — e assim por diante.

(Fonte da imagem: Divulgação/Capcom)

Mençoes honrosas

O PSP possui vários outros jogos de peso que merecem ser conferidos. Por questão de tempo, não foi possível colocar todos. Por isso, deixamos esse espaço para listar aqueles que também merecem ser conferidos:

Via Baixaki Jogos

Como você já conferiu no Baixaki Jogos, o PlayStation Vita deve chegar ao Ocidente no começo do próximo ano. A Sony ainda não oficializou a data do lançamento do portátil, mas rumores apontam para a primavera norte-americana, ou seja, entre os meses de março e junho de 2012.

Porém, enquanto muita gente já prepara os bolsos para comprar o console, há aqueles que aproveitam esse período de “quase morte” do PSP para correr atrás de títulos que não puderam conferir na época em que eles chegaram às lojas, pois é de se esperar que tanto o aparelho quanto seus títulos tenham uma considerável queda de preço com a chegada de seu sucessor.

Para ajudar quem optou por conhecer tudo o que o PlayStation Portable tem de melhor nos próximos meses, o Baixaki Jogos decidiu fazer uma pequena lista com os jogos que merecem ser conferidos por quem for colocar suas mãos pela primeira vez no portátil.

God War: Chains of Olympus e Ghost of Sparta

Cupons de desconto TecMundo: