Uma entrevista recente entre Shigeru Miyamoto e o site Mashable revelou uma notícia nada animadora para quem está contando os dias para colocar as mãos em Super Mario Run. Segundo o criador de nosso encanador favorito, o app vai ser mais um daqueles que pedem uma conexão constante com a internet para funcionar.

O motivo para isso? Aparentemente, tudo é uma questão de tornar a jogatina mais segura, já que o app não vai estar limitado apenas aos lançamentos “fechados” feitos por eles em seus consoles e portáteis. Por “segura”, é claro, ele quer dizer “melhor protegida contra a pirataria” – motivo pelo qual, aliás, o iOS foi procurado primeiro, em lugar do mais aberto (e menos protegido) Android.

“Diferente de nossos dispositivos de jogo dedicados, este jogo não está sendo lançado em um número limitado de países”, começou o figurão. “Nós estamos lançando [Super Mario Run] em 150 países e cada um desses países têm diferentes ambientes de rede e coisas assim. Então foi importante para nós sermos capazes de proteger todos os usuários.”

Quase foi offline

Miyamoto ainda complementa, dizendo que houve um momento em que a empresa pensou em não pedir uma conexão online para 100% da jogatina. No entanto, a Nintendo mudou de ideia ao ver que isso só complicaria a experiência no resto da jogatina conectada.

“Nós havíamos pensado em um momento que seria legal ter o World Tour [o modo história] disponível separadamente, para ser capaz de jogar sem essa conexão. Mas então o desafio é que quando isso está operando em um modo separado, isso na verdade complica a conexão de volta para os modos Toad Rally e Kingdom. E porque esses dois modos estão confiando no save de rede, nós tivemos que integrar o modo World Tour também.”

Antes que você se preocupe demais, é importante lembrar que isso não é bem o fim do mundo. Afinal, embora muitos jogadores possam sim acabar impossibilitados de jogar pela falta de uma boa internet, conseguir uma conexão constante em seu smartphone já não é a mesma dor de cabeça de poucos anos atrás. Mesmo assim, não há como negar que é uma novidade que vai deixar muitos fãs da Nintendo bem frustrados.

Cupons de desconto TecMundo: