Quando o assunto é video game, a opinião sempre fica dividida: um mero passatempo ou algo que ajuda a vida das pessoas? Há muitos estudos que querem provar que a diversão dos gamers é algo nocivo, enquanto outros preferem atestar que, na verdade, eles são benéficos à saúde. Aparentemente, uma pesquisa mostrou empiricamente que cirurgiões que jogam conseguem ser melhores na mesa de operações.

Um artigo publicado na revista “Archives of Surgery” comprovou exatamente isso: praticar com joysticks em games variados pode ajudar o médico na hora de realizar uma laparoscopia, uma cirurgia realizada através de uma pequena incisão na pele e guiada através de uma câmera e um display – a ideia de controlar remotamente soa familiar?

 Com video games, cirurgiões aumentam as suas habilidades

De todos os 33 médicos do hospital Beth Israel Medical Center, da cidade de Nova York, que participaram da pesquisa, 9 deles tiveram que fazer algo diferente: jogar pelo menos 3 horas por semana. O resultado foi surpreendente: 37% menos erros, velocidade do procedimento ficou 27% maior e eles se saíram até 42% melhor no teste de cirurgia em relação aos outros 15 médicos que nunca haviam jogado games na vida.

Video games podem formar médicos? Não

“As habilidades motoras, a coordenação entre os movimentos das mãos e dos olhos, a atenção visual, a percepção de profundidade e a competência de operar computadores melhoraram”, de acordo com o estudo. Isso quer dizer que jogar é algo crucial para a rotina dos médicos? Não necessariamente.

O doutor James Rosser, do hospital Beth Israel, alegou que “video games podem ser uma ferramenta boa para treinar cirurgiões”. Porém, eles são apenas isso: uma ferramenta, um auxílio e um complemento. Os bons resultados são benéficos, mas todos os médicos têm uma base de estudos e prática de longa data. Em outras palavras: os games não são o alicerce, mas sim uma ajuda.

Portanto, ficar jogando horas e horas por dia não forma cirurgiões ou outros profissionais. Os games podem ser utilizados como uma ferramenta em diversos setores, mas não são justificativas para adolescentes passarem o dia todo na frente da tela, pois há pesquisas que relacionam os títulos interativos a obesidade, comportamento agressivo e notas ruins na escola. Como tudo, o excesso sempre pode prejudicar.

De qualquer forma, ver pesquisas que elenquem os games a um novo patamar é sempre bem-vindo para nós, amantes da tecnologia.

Cupons de desconto TecMundo: