Nesta quarta-feira (24), uma das empresas mais relevantes do mercado nas últimas décadas assopra as velinhas e completa 20 anos de existência. É a Valve, a consagrada companhia que sobreviveu com muita paciência e boas ideias para virar uma marca tratada com muito carinho atualmente — não só pela qualidade dos games, mas por criar e disponibilizar um belo motor gráfico e, ainda, por dar à luz um sistema de distribuição para PC que comporta jogos de todas as desenvolvedoras possíveis, de indies a gigantes.

Para celebrar o 20 anos dessa marca, listamos 20 fatos, curiosidades e informações históricas a respeito da Valve, desde a sua criação e o desenvolvimento de algumas de suas melhores ideias, passando para o panorama atual e até palpitando sobre o futuro. Sim, sobre aquele jogo. É, você sabe de qual estamos falando.

1. O começo de tudo

A Valve foi fundada em 24 de agosto de 1996 por dois ex-funcionários da Microsoft. Gabe Newell e Mike Harrington ajudaram a criar o Windows NT, que saiu em 1993. O primeiro nome foi Valve L.L.C. (Limited Liability Company, algo como a Sociedade Limitada ou "Ltda.", no Brasil).

2. Lar doce lar

O quartel-general inicialmente ficava na cidade de Kirkland, em Washington. Em 2010, ele passou para Bellevue, no mesmo estado. Já o mais novo escritório ocupa nove andares de uma torre chamada Lincoln Square, também em Bellevue. A mudança deve acontecer em 2017.

3. O careca misterioso

A logo tem um mistério: o cidadão careca com uma válvula na nuca. E ninguém sabe quem é a figura! O clique original (sem o objeto, claro) foi feito por uma agência de publicidade, que saiu fotografando tudo o que via pela frente nas ruas de Seattle. Isso também vale para a logo antiga, com a válvula vermelha saindo do olho de um rapaz.

4. Vivendo a vida

Harrington deixou a Valve em 2000 após sentir que cumpriu seu objetivo com Half-Life. Ele tirou férias prolongadas com a esposa, os dois construíram o próprio barco e até hoje fazem viagens ao redor do mundo. Cinco anos depois, Harrington cofundou a Picnik (um editor de imagens comprado pela Google) e a Catnip Labs (empresa de criação de softwares). Sem arrependimentos.

5. A primeira vez

Half-Life foi o primeiro sucesso e levou dois anos para sair. Fazer um jogo de tiro futurista em primeira pessoa sempre esteve na cabeça da dupla, que usou as próprias economias para comprar a engine Quake, da id Software.

de_dust. Quem nunca jogou nele?

6. O estouro de CS

Os fãs Minh "Gooseman" Le e Jess Cliffe usaram o kit de desenvolvimento de Half-Life para fazer Counter-Strike em 1999, que estourou por causa do multiplayer. A dupla foi contratada, e a marca foi absorvida pela Valve um ano depois.

7. Nasce o Steam

Maior loja online de games para PC do mundo, o Steam já nasceu em 2002 como um sistema de distribuição de conteúdo. No início, porém, ele só enviava patches e atualizações.

8. A sequência é ainda melhor

Half-Life 2 saiu em 2004 depois de muita turbulência na Valve. O jogo foi um sucesso absoluto e recebeu 39 prêmios de "Game of the Year" (Jogo do Ano). Junto com ele, nasceu a engine Source. O motor gráfico 3D teve a segunda versão liberada em 2015 e há indicativos de que a terceira já é testada aos poucos em alguns games.

9. Ano de ouro

O ano de 2007 foi incrível para a Valve. O primeiro motivo foi o lançamento da The Orange Box, um pacote com Half-Life 2, Half-Life 2: Episode One, Half-Life 2: Episode Two, Portal e Team Fortress 2. O segundo foi a criação da Steam Community. O aspecto social dos games (comentários, tópicos, amizades e estatísticas no Steam) foi muito desenvolvido.

10. Mods, mods, mods

A engine Source teve o kit de desenvolvimento liberado em 2004. The Stanley Parable, Dear Esther, Black Mesa e Age of Chivalry nasceram dessa biblioteca da Valve. No entanto, nenhum mod supera Garry's Mod em loucura. O jogo em sandbox traz possibilidades infinitas usando a física e nada o descreve melhor do que "a zoeira sem limites".

11. DotA 2

Hoje cultuado, DotA 2 começou como um conceito em StarCraft, foi popularizado em Warcraft 3 e só foi remodelado como um game completo pela Valve. Homenageamos a história desse título em um artigo especial no TecMundo Games.

12. Recompensando o bom trabalho

Portal é uma "sequência". Ele foi quase totalmente baseado em um puzzle chamado Narbacular Drop, criado na escola de games DigiPen. A equipe de estudantes foi contratada pela Valve. Essa contratação de fãs com potencial aconteceu com Team Fortress: ele começou como uma modificação de QuakeWorld da TF Software Pty e depois ainda virou um mod de Half-Life.

13. Números incríveis

Em 2015, o Steam passou 125 milhões de usuários ativos. São mais de 4,5 mil games e 400 milhões de conteúdos gerados por usuários.

14. Censurado

Left 4 Dead 2 ficou anos banido da Austrália pelo conteúdo gráfico. A capa do jogo, com um polegar faltando, foi censurada em vários países com um letreiro.

15. Elas existem!

Os poderosos hardwares conhecidos como Steam Machines foram uma lenda durante anos. Em 2015, foram finalmente apresentados. Elas são impressionantes, mas não causaram tanto impacto quanto se esperava no mercado.

16. Quase um deus

Gabe Newell virou um mito na internet por conta de sua aparência e das promoções incríveis no Steam. Memes com o seu rosto não faltam e são divertidíssimos.

17. Gente boa

Newell tem um estilo de gerenciamento longe do tradicional. "De todas as pessoas dessa companhia que não são o seu chefe, Gabe é o MAIS não chefe que você tem", diz o manual para novatos.

18. Apostando em realidade virtual

A mais nova empreitada da empresa em hardware é o óculos de realidade virtual HTC Vive, em parceria com a fabricante taiwanesa HTC. E o mais recente jogo da Valve é The Lab, um conjunto de minigames para realidade virtual.

19. Retorno triunfal

Não podemos nos esquecer dos eSports. O bom e velho CS ainda estava na memória (e no PC) de muita gente quando Counter-Strike: Global Offensive saiu, em 2012. Foi recebido com algum ceticismo, mas virou um dos principais títulos competitivos em todo o mundo.

Faz todo sentido.

20. Half-Life 3 confirmado!

Não, mentira: é que esse é o maior mito da Valve desde 2004, quando o segundo game saiu e virou um fenômeno. Pistas, easter-eggs e brincadeiras surgem por todos os lados em títulos que nem têm nada a ver com a empresa, mas nada de concreto até agora. E isso é parte da graça. Quem sabe agora vai?

Cupons de desconto TecMundo: