O cenário de jogos mobile está crescendo exponencialmente em escala mundial. Hoje, essa indústria movimenta mais dinheiro que o mercado de consoles – ou até mesmo que Hollywood, dadas as devidas proporções – e engaja pessoas de uma forma prática, uma vez que há plena integração com as redes sociais.

Nesse contexto, Pocket Quest é um jogo sul-coreano que aproveita os melhores temperos do gênero de ação e RPG, implementa sua própria fórmula e, de lambuja, tem um monte de personagens carismáticos. O game aportou no Brasil recentemente e caiu nas graças dos fãs com rapidez, talvez justamente por apostar numa fórmula simples e, ao mesmo tempo, viciante.

O TecMundo Games conversou com a equipe da Gamebau, dona do game, para saber esses e outros detalhes referentes a um certo admirável mundo novo chamado jogatina mobile. Já não é tão novo assim – mas mais robusto do que nunca. Pedro Aguiar, COO da empresa, contou alguns dos segredos que a comunidade quer saber.

Pedro Aguiar, COO da Gamebau

Brasil: um grande mercado de jogos mobile

O nosso mercado mobile, felizmente, já é muito célebre em escala mundial. A ideia da Gamebau é trazer aquele público mais hardcore de consoles e PC aos dispositivos móveis.

“Vemos o Brasil como um dos países mais importantes da América Latina e do mundo. Já é Top 5 mundial em termos de downloads e acreditamos que ainda tem espaço para crescer muito por conta de uma grande transição dos gamers de PC, web e console para os dispositivos móveis. A Gamebau está investindo em jogos para receber esses gamers mais hardcore”, afirmou Aguiar.

Mudanças já feitas em Pocket Quest e muita customização

Por misturar RPG ocidental com oriental, o jogo mobile da Gamebau é um caso à parte, de acordo com Aguiar. E essa combinação funciona. “Pocket Quest tem sido caso à parte porque é uma mistura de RPG oriental com ocidental. Acho que essa combinação faz muito sucesso, como pudemos ver com os resultados obtidos até o momento. O jogo começou com a fórmula clássica de RPG e acabou ganhando mais elementos de exploração, coleção e sistemas de eventos, que se tornaram parte muito importante do jogo. Na versão final, foram adicionados todos os elementos sociais, multiplayer e – muito importante – as guildas e o PVP”, explicou.

Brasil chama a atenção no mercado mobile

Não é segredo para ninguém que o perfil do jogador brasileiro é o da customização. Todos nós, inconscientemente, gostamos de personalizar a experiência. A ideia de Pocket Quest é ir além disso.

“Vejo a customização que o jogo oferece como um aspecto um pouco tradicional dos RPGs, mas queremos ir além e oferecer ainda mais conteúdos relevantes aos jogadores brasileiros. A Gamebau já lançou vários jogos e, com essa experiência, pudemos entender melhor os jogadores locais e reconhecer o que gostam de jogar, como jogar e com quem jogar”, avaliou o COO.

A Gamebau acredita no potencial do Brasil e da América Latina e por isso estabelecemos a meta de ser a melhor empresa de conteúdo digital mobile neste mercado

A América Latina finalmente está ganhando, aos poucos, o destaque que merece no cenário internacional de jogos e tecnologia. É claro que falta muito para termos o que o Primeiro Mundo tem, ao menos no que diz respeito ao acesso prévio à informação, mas o cenário daqui é promissor.

“A Gamebau acredita no potencial do Brasil e da América Latina e por isso estabelecemos a meta de ser a melhor empresa de conteúdo digital mobile neste mercado. Queremos nos antecipar e colocar esse objetivo em prática antes que haja uma ‘explosão’ no número jogadores e que empresas novas como a nossa percam espaço para as gigantes, como está acontecendo em outros mercados mais desenvolvidos, que são dominados por poucas companhias”, explicou.

Pocket Quest aposta na fórmula prática e viciante

Planos de eSports mobile no Brasil!

“A Gamebau ainda é pequena, mas oferecemos um serviço aos nossos clientes que poucas empresas têm. Um exemplo disso é o suporte 24 horas ao usuário, inclusive em português e espanhol para a América Latina. Queremos dar o primeiro passo nesse sentido para que outras empresas do mesmo porte possam fazer o mesmo e vislumbrem a chance de um dia publicarem seus jogos em outros mercados. (...) Também podemos contar que planejamos entrar no segmento de e-Sports mobile no Brasil com um dos nossos futuros jogos”, revelou Aguiar.

Aliás, a competição está acirrada, na visão da empresa, mas, ao mesmo tempo, dominada por poucas empresas. “O mercado mobile está mais competitivo do que nunca e ao mesmo tempo dominado por poucas empresas. A Gamebau veio para a América Latina para criar uma marca de qualidade, com jogos únicos e um serviço de suporte diferenciado. Buscamos atrair jogadores midcore e hardcore que são muito fiéis aos jogos favoritos e não têm tantas opções de jogos mobile. A Gamebau vai apostar na nova geração de jogos mobile PVP em tempo real e gráficos de última geração. Anunciaremos mais títulos em breve”, adiantou.

Pocket Quest: uma plataforma em constante atualização

A equipe promete muitas atualizações e eventos “fantásticos” nos próximos meses de Pocket Quest. “Todos os meses estamos lançando uma "super feature", como no mês passado, com as guerras de guildas e novos personagens. Teremos atualizações e eventos fantásticos”, contou Aguiar.

Pocket Quest: plenamente atualizável

Obrigado, Brasil!

“Tenho de dizer aos milhões de fãs brasileiros que eles estão entre os jogadores mais apaixonados por jogos que já vi na minha vida. Alguns jogam religiosamente e outros como se fosse trabalho, a sério. São esses jogadores que nos motivam a continuar e fazer melhor todos os dias. A todos eles, obrigado por jogarem os títulos da Gamebau”, agradeceu o COO em nome da empresa.

É sempre revigorante ver o nosso mercado tão aquecido assim – e com uma presença cada vez mais massiva das empresas de fora. Que a Gamebau continue expandindo seus negócios em solo brasileiro e que, sobretudo, sustente seu portfólio como uma plataforma atualizável.

Ainda não baixou Pocket Quest? Clique aqui para fazer o download pelo Baixaki. Dê a nós os seus pitacos com relação à força de jogos mobile no Brasil e no mundo aqui embaixo, na seção destinada aos comentários.

Cupons de desconto TecMundo: