Você talvez nunca consiga bater o recorde mundial do Pac-Man original — aquele mesmo lançado em 1980 —, mas isso tem um lado muito bom. Conseguir a pontuação máxima do game significa que você será extremamente frustrado na sua vida. E o motivo para isso está na programação do título produzido pela Namco.

Quem mostra isso com mais detalhes é Billy Mitchell — um dos primeiros homens do mundo a ser considerado um jogador de video games profissional e também o primeiro jogador da história a chegar ao score máximo em Pac-Man, em 1999. No vídeo que você pode conferir acima, ele mostra o que acontece quando alguém atinge a pontuação máxima de Pac-Man: 3.333.360 pontos.

Vale lembrar que, para chegar lá, é preciso passar por todas as mesas de Pac-Man sem perder nenhuma pontuação. Mitchell diz: "Você tem que navegar todo o caminho até a fase 255 fazendo a mesma coisa repetitiva. Você não pode perder um ponto, um prêmio, um homenzinho azul. Você não pode morrer nenhuma vez".

Fazendo isso, quando chegamos ao mapa 256, só existe memória suficiente no game para que ele carregue a metade da esquerda da fase. Ao mesmo tempo, a metade da direita é tomada por bugs e alguns códigos piscando sem parar. Ou seja: "Você chega no final e não há nada a fazer, além de morrer", nas palavras do próprio jogador.

Será que essa foi uma das primeiras formas de tentarmos invadir a Matrix?

Cupons de desconto TecMundo: