Os problemas causados por Pokémon Go aos jogadores distraídos parecem simplesmente não ter fim. Depois de casos de assaltos, pessoas encontrando cadáveres ao caçar monstrinhos e até mesmo desatentos que invadiram acidentalmente uma delegacia policial em busca das criaturas, temos um exemplo simplesmente bizarro de vício no novo game: um jovem que continuou jogando mesmo depois de ser esfaqueado.

O viciado em questão – um homem de 21 anos chamado Michael Baker –, teria sido atacado durante sua busca por pokémons em Forest Grove, no Oregon, ao visitar o parque durante a madrugada. Foi então que, ao desafiar outra pessoa passando pelo local para uma batalha, o homem misterioso simplesmente sacou uma faca e atacou o jovem, com um golpe que cortou seu ombro, antes de fugir.

“Eu vi ele passando e perguntei se ele estava jogando Pokémon Go. Ele foi tipo ‘O quê?’. Eu acho que ele queria batalhar porque ele veio para cima de mim com uma  faca”, contou o jovem à FOX 12. “Eu basicamente arrisquei minha vida”, continuou.

Pelo visto, se tornar um mestre pokémon é um pouco importante demais para Michael Baker.

Para deixar toda a situação ainda mais bizarra, como falamos anteriormente, Baker preferiu simplesmente continuar sua jogatina por ali, no lugar de ir para o hospital como qualquer um com bom senso faria. “Logo depois que fui esfaqueado, eu continuei minha missão”, afirmou o jovem.

Só depois de resolver tudo o que foi fazer com o game no local, de fato, é que ele foi para o hospital, saindo de lá com oito pontos no ferimento. E se você acha que isso vai parar o garoto de alguma forma, pode esquecer: embora Baker diga que vai tomar mais cuidado, ele deixa claro que não vai largar seu objetivo de ser um mestre Pokémon.

“Não, isso é importante para mim. Eu tenho que basicamente pegar todos eles.”

Cupons de desconto TecMundo: