Fãs de longa data dos jogos de video game baseados nos famosos bloquinhos de montar sabem que a franquia Star Wars é uma das grandes responsáveis pelo sucesso dos títulos LEGO nas várias gerações de consoles. Por esse motivo, não faltam razões para esperar ansiosamente pela chegada de mais uma produção da TT Games inspirada no último filme do universo imaginado por George Lucas, “Star Wars: O Despertar da Força”.

Com isso em mente, o TecMundo recentemente aceitou ao convite da Warner Games para testar a versão para PlayStation 4 de LEGO Star Wars: O Despertar da Força e trazer nossas primeiras impressões para vocês. Como seria de se esperar, a desenvolvedora mantém a união de sucesso entre cenários de qualidade fiéis aos dos filmes, acrescentando as peças de montar de forma orgânica, sempre mantendo o bom-humor característico de seus títulos.

Aqui, vale ressaltar o impacto da quantidade de detalhes que a TT Games adicionou aos cenários de Jakku, o planeta em que os trechos da demonstração se passam. A impressão que tivemos é que esse provavelmente é o título LEGO mais bonito de todos os que foram feitos até agora. Até mesmo os pequenos pássaros alienígenas que aparecem por frações de segundos no filme dão as caras no game, o que só reforça a atenção dada pela desenvolvedora.

A atenção aos detalhes do filme já começa com o pôster do jogo

Fãs mais atentos certamente terão muitas referências e piadas para encontrar nos ambientes do jogo, incluindo desde brincadeiras visuais simples até easter-eggs interativos para certos personagens. O novo LEGO Star Wars segue o estilo de missões e inclui inúmeros nomes famosos da franquia de cinema, incluindo Rey, Finn, Poe Dameron, Han Solo, Chewbacca, C-3PO e BB-8, além dos vilões Kylo Ren, General Hux e Capitã Phasma.

Bloquinhos multiuso

Na primeira parte da demo, controlamos a protagonista Ray e o simpático robozinho BB-8 pelas ruínas de uma nave imperial destruída no deserto de Jakku. Para avançar, é preciso constantemente alternar entre os personagens para usar suas habilidades únicas, como o dom do droid para se ligar e interagir com máquinas e a capacidade da exploradora de usar seu bastão para chegar a lugares altos e correr pelas paredes.

Enquanto avançamos, é possível destruir os objetos dos cenários para coletar a famosa moeda dos jogos LEGO, os studs. Em certos trechos, essa destruição libera peças para que os jogadores possam fazer construções para prosseguir. No entanto, a mecânica agora chega renovada pelo sistema de “Multi-Bluids”, que dá mais de uma opção de objeto que pode ser feito com os blocos disponíveis.

O sistema "Multi-Build" dá várias opções ao jogador na hora de montar objetos para superar obstáculos

Dessa forma, em alguns momentos o game oferece múltiplas formas de superar os obstáculos apresentados, enquanto em outros você acaba forçado a montar e desmontar as peças encontradas até descobrir qual é a construção certa para cada momento. Por mais interessantes que sejam, as “Multi-Builds” não são as novidades mais chamativas do título.

Aventuras, espaçonaves e muitos tiros

A segunda parte da demonstração permitiu que experimentássemos um dos divertidos momentos de combate com as famosas espaçonaves de Star Wars. Aqui, um dos jogadores fica responsável por controlar o voo da lendária Millennium Falcon pelo espaço aéreo de Jakku e o outro assume as armas do veículo, usando-as para derrubar os TIE Fighters inimigos. Em um momento de arena, só é possível avançar após destruir certa quantidade de alvos.

Caso esteja jogando sozinho, você pode guiar a nave e atirar ao mesmo tempo – mas, como é comum nos games LEGO, tudo fica mais divertido com um amigo. Segundo os representantes da Warner Games, o jogo terá mais de 40 tipos diferentes de veículos, incluindo espaçonaves, hoverbikes, animais de grande porte (com uma jogabilidade similar à dos dinossauros de LEGO Jurassic World) e outras opções disponibilizadas em momentos distintos.

Mais uma novidade interessante são as chamadas “sequências de Blaster”, em que o título se transformará e uma espécie de shooter em terceira pessoa. Com a câmera mais próxima do ombro dos bonecos, os jogadores terão que usar coberturas do cenário para se proteger e atirar em inimigos com suas armas-laser. Embora a novidade soe promissora, ela não estava disponível na demonstração que experimentamos.

Conteúdo exclusivo

Por fim, o trecho final da demo oferece a opção de alternar entre o controle de Rey, Finn e BB-8 enquanto fogem das tropas inimigas no mercado de Jakku. Aqui, a jogabilidade segue o mesmo estilo da primeira parte, permitindo que troquemos de personagem para superar obstáculos variados. O principal diferencial fica para a presença de animais de grande porte, que podem ser montados para derrubar obstáculos resistentes do cenário.

Além de permitir que os você acompanhe a história do filme a partir da óptica bem-humorada dos jogos dos bloquinhos de montar, LEGO Star Wars: O Despertar da Força também conta com um conteúdo extra exclusivo. No título, será possível acompanhar uma nova trama que vai explorar o período entre o longa mais recente e seu antecessor cronológico, “O Retorno de Jedi”. Infelizmente, a demo também não incluía esse conteúdo.

LEGO Star Wars: O Despertar da Força está marcado para chegar às lojas brasileiras no dia 30 de junho, já com localização para o idioma português. O jogo da TT Games terá versões para PlayStation 4, PS3, Xbox One, Xbox 360 e PCs Windows. Informações sobre preços, datas e bônus de pré-venda serão divulgadas pela Warner Games em breve.

Ansioso para conferir as novidades de LEGO Star Wars: O Despertar da Força? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: