A batalha legal entre a Ubisoft e seu antigo empregado Patrice Désilets finalmente chegou ao fim na última segunda-feira (25). Enquanto o desenvolvedor vai desistir do processo que movia contra a companhia, ela concordou em ceder a ele os direitos sobre 1666: Amsterdam — marca cujo registro havia sido renovado há pouco tempo.

“Estou feliz que eu e a Ubisoft conseguimos chegar a um acordo que vai me permitir obter os direitos sobre o projeto 1666: Amsterdam”, afirmou Désilets em um pronunciamento oficial. “Agora vou me dedicar inteiramente ao desenvolvimento de Ancestors: the Humankind Odyssey, meu novo jogo com a Panache Digital Games”, complementou.

Désilets foi essencial para o desenvolvimento da franquia Assassin's Creed

Depois de deixar a Ubisoft em 2010, Désilets se uniu à THQ Montreal em 2011 para iniciar o desenvolvimento de 1666. Ironicamente, com a falência da THQ, a companhia foi adquirida pela Ubisoft, que o demitiu em maio de 2013 — pouco depois, o desenvolvedor iniciou um processo para adquirir os direitos sobre a propriedade intelectual.

“Deixando de lado nossas diferenças passadas, Patrice e eu temos acima de tudo o interesse pelo desenvolvimento de video games e pela evolução dessa mídia”, afirmou Yannis Mallat, CEO da Ubisoft Montréal e Toronto. “Esse acordo é bom para todos. Os times criativos da Ubisoft estão trabalhando em projetos inovadores que vão marcar a indústria pelos próximos anos”, complementou.

O que você espera do futuro da Ubisoft? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: