A Vertu é uma fabricante de smartphones de luxo conhecida por oferecer aparelhos que batem na casa dos US$ 50 mil, misturando ouro, platina, pedras preciosas e um hardware bem horroroso. Segundo o Telegraph, funcionários da empresa estão preocupados com demissões, principalmente após a Vertu não pagar salários e o trabalho de empresas fornecedoras.

Não basta encher um smartphone de ouro e diamantes se o design for duvidoso e o hardware pior ainda

Além de pegar as contribuições de pensão retiradas de salários de funcionários e não adicionar aos fundos de aposentadoria, a Vertu possui inúmeros débitos com a Qualcomm, fabricante de chips, e com a Microsoft, desenvolvedora de softwares e serviços — outras contas não pagas pela Vertu ainda incluem o gerenciamento de resíduos na linha de produção, o controle de pragas e outros "serviços de propriedade".

Recentemente, a Vertu fechou uma parceria de US$ 40 milhões com a chinesa TCL Communication para fabricar 30 mil celulares luxuosos. O motivo dessa parceria ainda é desconhecido, já que a TCL costuma vender aparelhos bem baratos aos consumidores.

Ao que parece, não basta encher um smartphone de ouro e diamantes se o design for duvidoso e o hardware pior ainda. Ou, o nicho de luxo prefere opções mais "mundanas" como o Apple iPhone 7 Plus e o Samsung Galaxy S8+? Dê a sua opinião nos comentários.

Cupons de desconto TecMundo: