Sujar as mãos em postos de gasolina é praticamente inevitável para quem decide calibrar pneus, mas isso pode estar com os dias contados. É que a Goodyear anunciou nesta semana que o teste de seus pneus autoinfláveis estão prestes a ser iniciados junto de frotas de caminhões dos EUA e do Canadá.

A Air Maintenance Technology (AMT) será colocada à prova por 18 meses – o sistema de monitoração de pressão totalmente automático deverá se mostrar viável ou não para uso cotidiano. Sensores e bomba de ar, componentes responsáveis por manter a pressão, ficam localizados dentro da câmara dos pneus.

O desenvolvimento das peças autoinfláveis teve como objetivo abarcar os mais diferentes tipos de usuários. Conforme esclarece a Goodyear, a manutenção com pneus abocanha a maior fatia de despesas relacionadas aos cuidados com veículos – fato este que justifica os investimentos milionários feitos pela empresa na criação da AMT.

“Este período de testes vai nos ajudar a determinar quando iremos poder fazer com que esta tecnologia fique disponível para o mercado de pneus comerciais”, explica Joseph Zekoski, diretor técnico da Goodyear. Os novos componentes não reduzem a emissão de carbono ou otimizam de forma revolucionária a economia de combustível; pneus autoinfláveis, porém, podem gerar menos despesas a consumidores, evitando a troca constante desta fundamental peça.