A empresa Zero Motorcycles anunciou recentemente sua linha de motocicletas elétricas para o ano de 2015, trazendo melhorias de design e autonomia para seus produtos – além de um ligeiro aumento no seu preço. Os modelos Zero S, Zero SR e Zero DS receberam baterias com uma capacidade 10% maior do que as que eram encontradas em seus antecessores.

Quando usadas em conjunto com o acessório Power Tank, as novas motos podem percorrer até cerca de 297 quilômetros por recarga se circularem em velocidades médias apropriadas para ambientes urbanos. Esse valor abaixa para aproximados 185 quilômetros quando conduzidas a 88 km/h constantes e para 151 quilômetros quando mantidas rodando a 112 km/h.

Com relação às mudanças de design, os três modelos apresentas rodas de liga fundida e um rotor frontal diferenciado. O eixo frontal se tornou oco, os espelhos foram aprimorados para fornecer melhor visibilidade aos condutores e o corpo das motocicletas foi “emagrecido” de forma geral – o que contribui bastante para máquinas mais leves e com maior autonomia.

Preço das mudanças

Sistemas antitravamento de freios da Bosch, suspensões da Showa adaptadas a cada variante de moto e pneus da Pirelli são alguns elementos adicionais que fazem parte dos novos modelos, além de controles de aceleração que a Zero Motorcycles define como “mais robustos”. Por fim, as motos vêm com um motor Z-Force com resfriamento a ar e a empresa afirma que o mecanismo de propulsão não necessita de manutenções regulares.

Com todas as mudanças, os modelos Zero S e Zero DS serão disponibilizados pelo preços de US$ 13.345 (cerca de R$ 32.662, sem impostos) cada, enquanto a variante Zero SR chega por US$ 17.345 (aproximados R$ 42.452, também sem as taxas). A versão off-road Zero FX, que também recebeu melhorias similares, custa US$ 9.845 (em torno de R$ 24.096, sem as tarifas). Por fim, o acessório Power Tank sai pelo valor adicional de US$ 2.495 (cerca de R$ 6.106).