Se você esteve ligado no Tecmundo nos últimos anos, certamente já ouviu falar em algum Drone. Estamos falando de veículos aéreos não tripulados (VANT, na sigla em português), que possuem diversas aplicações e têm sido cada dia mais presentes no mundo. E não estamos nos referindo apenas a aplicações internacionais, pois aqui no Brasil eles também estão ganhando espaço.

Mas será que existe apenas um tipo de Drone? Certamente não. Assim como acontece com os aviões, os veículos não tripulados podem possuir diferentes características para que se adequem melhor a determinados tipos de funcionamento. Quer saber mais sobre isso? Então fique atento aos detalhes que trouxemos para mostrar um pouco mais desses objetos, que devem ganhar ainda mais espaço no futuro.

Drones militares: fazendo guerra sem sair de casa

Eles podem ser parecidos com aviões de caça em dimensões menores, mas na verdade são robôs poderosos. Controlados remotamente, permitem que os exércitos causem destruição em bases inimigas sem que seja necessário colocar um soldado em risco. Os drones militares demandam comunicação direta com os controladores e, por isso, utilizam satélites de alta potência.

(Fonte da imagem: Reprodução/Wired)

Um dos principais recursos presentes nos drones militares é o sistema de miras, vital para que os armamentos sejam utilizados da melhor maneira possível. Além das câmeras de transmissão para as centrais de comando, também há sistemas de localização por GPS e câmeras multiespectrais — que conseguem identificar objetos com ondas eletromagnéticas de diversos tipos.

Também são comuns as miras que utilizam laser para melhor acurácia. Mesmo assim, os drones são muito mais utilizados para missões de reconhecimento do que em missões de ataque. Dessa forma, algumas das principais aplicações deles acabam sendo associadas à espionagem em regiões hostis e de difícil acesso.

Mas é válido dizer que, pelo menos por enquanto, os drones são muito mais utilizados para espionagem do que para ataques. Graças às altas velocidades e à garantia de segurança aos soldados, alguns exércitos estariam utilizando os aviões-robô para monitorar regiões hostis e também capturar imagens referentes àquelas áreas.

Drone especial para filmagens

Ainda é difícil imaginar quando veremos os drones sendo utilizados no lugar de helicópteros pelas emissoras de televisão, mas é fato que isso vai acontecer em algum momento. Além de garantir economia de combustível e outros recursos, ainda existe uma questão que realmente pode agradar às empresas: segurança. Em ambientes de conflito, por exemplo, o envio de um veículo não tripulado pode ser muito mais interessante.

(Fonte da imagem: Reprodução/CBS News)

Esse tipo de drone não pode ser similar aos utilizados por militares, pois não precisam ser velozes, mas sim estáveis em baixa velocidade — é o mesmo motivo pelo qual as filmagens são feitas por helicópteros, e não aviões. Eles devem ser equipados com câmeras de alta definição para permitir que as imagens sejam transmitidas de uma maneira mais profissional.

É válido dizer que esses drones ainda são utilizados em escala muito pequena. Não são muito comuns as grandes emissoras de televisão que os empregam em suas filmagens, mas há empresas pequenas que estão se especializando nisso em todo o mundo. Sistemas parecidos também podem ser utilizados para vigilância remota de grandes propriedades em diversos casos.

Até de brinquedo

Drones de brinquedo não são uma novidade: aeromodelos e helicópteros de controle remoto já podem ser considerados veículos aéreos não tripulados há um bom tempo. A grande novidade está no fato de haver a importação de recursos mais complexos — o que inclui a transmissão de imagens em tempo real e também a conexão por meio de redes mais seguras do que simples controles de radiofrequência.

(Fonte da imagem: Divulgação/Parrot)

É claro que drones de brinquedo (que tendem a ser quadricópteros para melhor estabilização) possuem menor alcance do que objetos mais profissionais. Mesmo assim, eles prosseguem ganhando espaço no mercado internacional — aqui no Tecmundo, nós até analisamos um Parrot A.R Drone algum tempo atrás.

.....

Como você pode ver, os drones estão começando a se espalhar pelo mundo e, em breve, podem estar presentes na vida das pessoas com muito mais intensidade. O que você pensa sobre isso? Será que os drones vão realmente tomar o espaço de outros equipamentos no futuro próximo?