(Fonte da imagem: Reprodução/Pagani)

A Pagani Automobili apresentou, em seu site oficial, o novíssimo Zonda Revolucion. O veículo vem para ocupar a posição máxima de desempenho e design da fabricante. Com estrutura de carbono-titânio, esta máquina pesa apenas 1.070 kg.

No interior, o motor da AMG Mercedes é um modelo evoluído daquele instalado no Zonda R. O componente que oferece poder máximo é um V12 6.0 capaz de entregar até 800 CV de potência e 730 Nm de torque.

Além dessas mudanças a Pagani apostou em um novo câmbio sequencial de magnésio de 6 velocidades. Conforme informação oficial, as marchas são trocadas em apenas 20 ms. Não há detalhes oficiais sobre a velocidade máxima do Zonda Revolucion.

O máximo em tecnologia

A tração do veículo é controlada por um sistema da Bosch, o qual garante 12 regulagens diferentes. O automóvel ainda conta com um novo sistema ABS. Tais componentes garantem ao condutor a adaptação do comportamento do carro de acordo com seu estilo de direção.

(Fonte da imagem: Reprodução/Pagani)

O sistema de freio da Brembo é similar ao que é utilizado em carros de F1. Os discos CCMR oferecem maior rigidez e menores temperaturas em situações de uso extremo. Essa novidade garante maior vida útil aos freios. O Pagani Zonda Revolucion está à venda por US$ 2,9 milhões.