O aventureiro Yves Rossi já é um velho conhecido de quem acompanha o Tecmundo: apelidado de Jetman, ele já sobrevoou o Rio de Janeiro e planou ao lado de jatos nos Alpes Suíços, mas parece longe de pensar em aposentadoria. Desta vez, ele “passeou” pelos ares ao lado de um Douglas DC-3, da Breitling.

O modelo contava com passageiros que, impressionados, viram o Jetman decolar na parte de fora de um helicóptero, saltar, conseguir um posicionamento adequado e ligar seu equipamento, que consiste em asas feitas de fibra de carbono e motores de propulsão a nitrogênio. Após estabilizar, o homem acelera e fica emparelhado com o avião por alguns minutos.

O voo total durou cerca de sete minutos, quando o combustível de Rossi acabou e ele foi obrigado a abrir o paraquedas. A velocidade máxima atingida pela asas mecânicas é de 205 km/h.

Fonte: YouTube