C1 – será ele capaz de revolucionar o futuro dos transportes? (Fonte da imagem: Reprodução/Wired)

Apesar de as motos trazerem muita agilidade, e uma economia absurda se compararmos o seu consumo de gasolina com o de qualquer carro, fato é que elas trazem também muitos riscos à saúde do motociclista.

Infelizmente, andar sobre duas rodas sempre foi mais perigoso, uma vez que, além de você poder acabar caindo, existe o fato de que motoristas imprudentes podem acertá-lo – e é você quem leva a pior.

Isso, no entanto está para mudar. Um protótipo desenvolvido pela Lit Motors, na Califórnia, promete trazer uma invenção capaz de agradar àqueles que curtem a segurança dos carros e a eficiência das motos.

Chamado de C1, o veículo conta com somente duas rodas, é totalmente elétrico e foi desenvolvido para ficar o tempo todo em pé, equilibrando-se sozinho. Mas e como é que isso é possível?

Dois giroscópios mantém o veículo de pé o tempo todo (Fonte da imagem: Reprodução/Wired)

A grande sacada do protótipo é o fato de que ele conta com dois giroscópios posicionados embaixo da sua estrutura, na parte abaixo de onde o motorista fica sentado. Eles é que são os responsáveis pela manutenção do veículo na posição vertical. Isso, de acordo com a Wired, sem que a agilidade na direção seja comprometida.

Potente e espaçoso

O atual C1 ainda se encontra em testes e conta somente com tração traseira. Essa característica, no entanto, vai mudar na versão comercial, que deve contar com o sistema “all-wheel-drive”, ou seja, as duas rodas dão força para que o veículo se movimente.

Isso deve tirar proveito dos cerca de 110 cavalos de potência do motor, que será capaz de levar o bólido a incríveis 195 quilômetros por hora. Outro fato de desempenho que impressiona é a aceleração: de zero a 100 km/h em cerca de dois segundos.

A autonomia do C1 também promete ser muito satisfatória: cerca de 354 quilômetros entre uma recarga e outra. E “encher o tanque” deve ser tarefa simples, pois ele leva, no máximo, seis horas para uma carga completa.

Muita potência e tempo curto de reabastecimento (Fonte da imagem: Reprodução/Wired)

Apesar de parecer um pouco apertado, o veículo consegue comportar o motorista e um passageiro com certo conforto. Além disso, a versão final deve contar com uma central de entretenimento e mídia compatível com smartphones.

O C1 ainda precisa ser muito trabalhado, mas a ideia é colocá-lo à venda daqui a dois anos, em 2014. O preço, segundo a Lit Motors, deve ficar em torno dos 24 mil dólares, cerca de 47 mil reais no câmbio atual.

Fonte: Wired