Que tal atravessar o mundo em tubos selados a vácuo? (Fonte da imagem: ET3)

Quem tem medo de voar já pode começar a ficar esperançoso. Se depender de um conceito desenvolvido pela ET3, uma empresa da Flórida, nos Estados Unidos, em breve você poderá atravessar o mundo com uma viagem de apenas 2 horas. O projeto consiste de uma série de tubos selados a vácuo que ligariam os continentes pelo fundo do mar. Dentro deles, correriam cápsulas que se assemelham a automóveis e que poderiam acomodar pelo menos seis pessoas de maneira confortável.

Essa seria uma forma mais barata e silenciosa de viajar, além de também ser mais ecológica. De acordo com especulações dos idealizadores, esse meio de transporte poderia levar pessoas de Nova York à China em apenas 2 horas, percorrendo o trajeto a uma velocidade de 6,4 mil km/h. Há também a possibilidade de passar esses tubos por cima do solo, em plataforma elevadas.

De Nova York à China em apenas 2 horas (Fonte da imagem: ET3)

A patente do Evacuated Tube Transport (ETT), como é chamado o sistema de transporte, foi premiada em 1999. Daryl Oster, que vem aperfeiçoando suas ideias sobre o ETT desde 1980, firmou uma parceria com o engenheiro em transportes Dr. Zhang Yaoping e, juntos, já venderam algumas dezenas de licença do projeto para cinco países diferentes, sendo que muitas delas foram compradas pela China.

O sistema também poderia ser adaptado para trajetos de distâncias menores, quem sabe substituindo linhas de ônibus intermunicipais ou trens em cidades grandes. Se a ideia vingar, a humanidade poderá desfrutar de uma modalidade de viagem barata e acessível a todos. Enquanto o futuro não chega, o melhor talvez seja continuar monitorando os sites com promoções de passagens aéreas.