Há seis anos, engenheiros chineses pensaram em uma ideia inovadora para melhorar o trânsito: um sistema de ônibus elevado que permite que carros passem por baixo dele. A iniciativa que desafia nossos conceitos atuais de transporte fez sua estreia na última terça-feira (2) através de uma demonstração realizada na cidade de Qinhuangdao.

A novidade, batizada de “Transit Elevated Bus” — ou simplesmente TEB — foi desenvolvida para abrigar confortavelmente 300 passageiros. A novidade tem 4,8 metros de altura, 7,8 metros de largura e 22 metros de comprimento, o que torna praticamente impossível não a notar em meio ao trânsito.

O objetivo da invenção é permitir o deslocamento mais rápido de seus passageiros em situações de congestionamento. A limitação óbvia é que somente carros com  menos de 2 metros de altura podem trafegar por baixo do TEB, o que significa que a novidade ainda vai ter problemas com caminhões ou automotores mais elevados.

Com um tamanho considerável, o TEB pode ser identificado facilmente

Solução inovadora

O TEB utiliza um sistema de 16 rodas e é capaz de alcançar velocidades que variam entre 40 e 50 km/h — algo que não foi provado em sua curta demonstração, na qual ele percorreu lentamente uma pista de 300 metros. A unidade apresentada ao público deve ser considerada mais como uma prova de conceito do que um protótipo, visto que ainda não teve que lidar com semáforos, cruzamentos, curvas e outros elementos característicos do trânsito de uma grande cidade.

No entanto, os poucos selecionados que foram capazes de entrar no veículo se mostraram surpresos com o ambiente, que lembra bastante o interior de um vagão de metrô, só que mais espaçoso. Em maio deste ano, o inventor do TEB (também seu principal engenheiro), Song You Zhou, afirmou que deve demorar aproximadamente um ano e meio até que a novidade chegue ao mercado.

O interior lembra muito o vagão de um metrô

Até que isso se torne possível, diversas questões vão ter que ser respondidas para determinar sua viabilidade. Entre elas está a capacidade do veículo de lidar com vias repletas de curvas e elevações, bem como as medidas de segurança que vão garantir que carros não tenham problemas em passar por baixo da invenção.