O padrão USB 3.0, ainda não largamente difundido, apresenta largura máxima de banda de 4.8 Gbps, ou seja, atinge a velocidade de 600 MB/s na transferência de dados. Contudo, a NEC Eletronics resolveu tentar aumentar essa velocidade e, pelo menos em seus testes internos, conseguiu! A ideia é diminuir o sinal da transferência e triplicar os valores acima para 16 Gbps e 2 GB/s!

Em transferências que envolvem grande quantidade de dados, os sinais acabam por se distorcer, principalmente quando feitas por cabos longos. Chips com interface bus usam a “equalização adaptativa” para corrigir tal distorção: divide-se o sinal em dois, um deles para retorno do sinal de entrada.

O atual desafio de empresa é fazer o chip atingir maior velocidade no envio do sinal de retorno. Pois quanto maior o tamanho da transferência, mais difícil fica diminuir a distorção. Segundo a empresa, para solucionar o problema é necessário acrescentar um atraso relativo à taxa de dados para o retorno do sinal de entrada.

USB 3.0

Agora, compare a velocidade de transferência dos padrões de USB 1.1, 2.0 e 3.0 com a 3.0 melhorada (respectivamente): 1,5 MB/s, 60 MB/s, 600 MB/s e 2 GB/s. Em termos mais cotidianos, para transferir 2 GB com cabos com esses padrões, você demoraria, aproximadamente: 22 minutos, 33 segundos, 4 segundos e 1 segundo!

A popularização do formato talvez ainda demore. Mas, pelo menos, pode acontecer de a velocidade já ter aumentado quando ele finalmente fizer parte de nosso cotidiano!

Cupons de desconto TecMundo: