Uma USB, do inglês Universal Serial Bus, é uma tecnologia que tornou mais fácil a tarefa de conectar aparelhos e dispositivos periféricos ao computador (como teclados, mouse, modems, câmeras digitais) sem a necessidade de desligar/reiniciar o computador (“Plug and Play”) e com um formato diferenciado, universal, dispensando o uso de um tipo de conector específico para cada dispositivo.

Foi originalmente lançada em 1995 e começaram a sair em linhas de computadores fabricados a partir de 1997. O primeiro Sistema Operacional de plataforma Windows a ter suporte para USB foi o Windows 98.

Por que usar um dispositivo USB?

Até um tempo atrás era muito difícil instalar periféricos no computador, sendo esta uma atividade usualmente deixada para pessoas experientes ou técnicos pois existiam diversos tipos diferentes de cabos e conectores e o usuário teria que detectar em qual entrada deveria ser encaixado cada um destes.

Essa assustadora idéia de milhares de conectores diferentes aos quais seria necessário conta com a sorte e certa perícia em “adivinhação” para um correto funcionamento, ou ainda a idéia de diversos cabos espalhados faziam muitas pessoas deixarem de lado a idéia de adicionar um novo dispositivo ao computador.

Pendrive com entrada USB.Sem contar que se houvesse a necessidade de uma instalação interna, fazia-se necessário configurar Jumpers ou IRQs diretamente na placa mãe, sendo preciso, para isso, abrir o computador e ter alguma noção de como estes deveriam ser configurados.

O padrão USB foi desenvolvido por uma aliança entre empresas como Microsoft, Apple, Hewlett-Packard, NEC, Intel e Agere. E inicialmente não foi fácil chegar a um acordo com relação a como seria a abordagem do controlador fazendo com que o projeto quase perdesse seu rumo.

Este tipo de conector foi projetado, ainda, com a possibilidade de conectar até 127 dispositivos a uma única porta, ligados por meio de um concentrador (necessitando, no entanto, do auxílio de um hub com entradas USB) e sendo perfeitamente possível gerenciá-los sem perda de informações pelo Sistema Operacional. Embora se isso fosse realmente feito a velocidade de transmissão de dados seria gravemente comprometida.

Versão Atual

A atual versão de USB, a 2.0 entrou no mercado de forma efetiva no final de 2001, e tem como principal diferença a velocidade na taxa de transmissão de dados.

Devido a todas estas vantagens e praticidades, o padrão USB tornou-se hoje um pré-requisito na hora de adquirir um computador e na compra de aparelhos de uso cotidiano. Portanto, é sempre recomendado verificar se estes possuem suporte a USB antes de sua aquisição.

Cupons de desconto TecMundo: