(Fonte da imagem: Reprodução/The Verge)

Os notebooks ultrafinos vão inundar o mercado com 75 modelos diferentes este ano, com várias promessas de aprimoramento, conforme a Intel acabou de exibir. Novos modelos não devem passar de 17,8 mm de espessura e vários serão anunciados oficialmente na CES 2012.

A nova geração dos ultrabooks

O ano de 2011 foi o laboratório ideal para este novo segmento de mercado, que se provou muito mais atraente do que os famigerados netbooks, aparelhos portáteis e pequenos, mas com poder de fogo extremamente limitado.

Para 2012, a Intel – criadora do padrão ultrabook – quer adicionar  suporte a muitas tecnologias que fazem sucesso em smartphones e video games. Sensores de gestos à la Kinect, reconhecimento de voz (em parceria com a empresa Nuance, a mesma que fez o Siri), acelerômetros e telas touchscreen: os computadores portáteis nunca ganharam tantas novidades em um pouco intervalo de tempo.

Mooley Eden, vice-presidente da Intel, que apresentou a conferência, enfatizou algo que a Apple já tem pregado muito bem: “As pessoas não querem saber mais de especificações, elas querem “uma ótima experiência”. Isso requer notebooks ainda mais leves, compactos, rápidos para iniciar com possibilidade de criação imediata.

Ergonomia é para os fracos

Contradizendo um dos principais argumentos para a criação dos tablets, a Intel afirma que embora não seja ergonômico, as pessoas querem telas touchscreen em seus notebooks, pois não ligam para este fator. Desta forma, demonstrações com o Windows 7 e 8 foram exibidas, mostrando que as telas sensíveis a toque ainda têm espaço.

(Fonte da imagem: Reprodução/The Verge)

Ivy Bridge a caminho, mas sem data confirmada

A chegada da nova geração dos processadores “core” é certa e eles também darão um boom de desempenho nos ultrabooks ao suportar DirectX 11. Para demonstrar seu poder, foram exibidos gráficos avançados ao rodar o jogo F1 2011.

Além disso, estes novos processadores poderão conter um sistema interno de NFC para realizar transações bancárias por radiofrequência, identificando cartões de crédito que possuam a tecnologia 

O vice-presidente de propaganda e marketing, Kevin Sellers, aproveitou para falar do buzz positivo gerado em redes sociais sobre o novo formato de computadores. Slides com as expectativas de gastos publicitários deram a entender que os primeiros modelos de Ivy Bridge devem chegar em abril, quando uma enorme quantia de dinheiro será empregada nas campanhas. 

Protótipo Nikiski deixa todos perplexos

Ele foi a estrela do show. De maneira selvagem. Um protótipo de ultrabook de codinome Nikiski deixou muitos de boca aberta ao apresentar um conceito de design inovador. 

Rodando Windows 7, o aparelho teria aparência comum, se não fosse o fato de ter o touchpad largo, em vidro, o qual do lado oposto se transforma em uma tela touchscreen quando o notebook está fechado para continuar a navegação ininterruptamente. 

Embora a interface lembre a do Windows 8, está claro que o modelo estava utilizando uma versão do Windows 7 modificada, incluindo calendário, navegador e email para utilização sem necessidade de abrir o laptop.

Outro truque interessante está na área de vidro que reconhece os comandos feitos pelos dedos. Por ser extensa, naturalmente ao escrever moveríamos o ponteiro na tela. Contudo, o touchpad conta com um recurso interessante que é capaz de identificar a palma da mão e os braços, diferenciando-os dos dedos.

Para terminar o show com chave de ouro, foram oferecidos gratuitamente vários Asus Zenbook (que será analisado pelo Tecmundo esta semana) aos presentes no evento. Fique antenado no Tecmundo para mais informações da Intel na CES 2012.

Cupons de desconto TecMundo: