WebApps, acesso independente a sites (Fonte da imagem: Reprodução/Engadget)

A Canonical anunciou ontem, por meio de um Press Release, o Ubuntu Web Apps, um novo recurso que será integrado à versão 12.10 do sistema operacional de código aberto, batizada de Quantal Quetzal.

Em sua forma mais simples, isso significa que o Web Apps será capaz de colocar um ícone no Lançador e abrir seus sites e serviços favoritos como janelas independentes. Assim, quando você visita uma página no navegador compatível com um alerta, aparecerá uma caixa de diálogo perguntando se você deseja “instalá-la” como um Web App.

Até agora, a maioria dos esforços dos engenheiros concentrou-se em oferecer suporte ao Firefox, mas o gerente de produtos da Canonical, Pete Goodall, informou que o suporte ao Chrome e ao Chromium também está sendo trabalhado. Em breve, os desenvolvedores vão começar a trabalhar com novas APIs e extensões como Greasemonkey.

Maior conectividade

Os Web Apps serão capazes de acessar muitas das características mais sutis do sistema, como a inserção da barra de progresso, menu de som e de mensagens diretamente no Lançador.  Dessa forma, você não precisará mais instalar aplicativos para receber alertas de desktop do Gmail, por exemplo.

As APIs acabarão trazendo recursos adicionais, como o acesso ao hardware – algo essencial para vídeo e chat de voz. Outro plano é a integração de credenciais web com aplicativos de desktop. Assim, você poderá entrar no Facebook através do navegador que automaticamente o Shotwell (um aplicativo de fotos) fará o upload de fotos para o seu perfil. Também será possível pausar e reproduzir vídeos do Youtube pelo Lançador.

De acordo com a Ubuntu, 40 sites já são suportados pelo recurso. A lista inicial de aplicações reconhecidas ainda é pequena, mas inclui serviços populares como Twitter, Last.FM, Gmail, Google+, Facebook e Youtube. A Canonical lançará a versão 12.10 Quantal Quetzal em outubro.

Fonte: Engadget, Canonical

Cupons de desconto TecMundo: