A partir de hoje (13), usuários do Uber no Rio de Janeiro e São Paulo poderão contar com o serviço também na hora de transportar seu pet pela cidade, graças ao uberPET. O proprietário do animal precisa apenas selecionar o uberX ou uberBLACK dentro do aplicativo do serviço, e em seguida selecionar a nova opção.

Os valores das corridas não mudam, mas os carros habilitados para o transporte dos animais possuem uma manta para proteger o estofamento do veículo. Os bichos de estimação, no entanto, só viajam acompanhados de um responsável, que deve arcar com despesas extras caso o seu pet resolva se “aliviar” durante a viagem e haja a necessidade de limpeza posterior.

Qualquer dano físico ao veículo causado pelo animal também deve ser pago por seu dono ou pessoa que o estiver transportando, mas o motorista não se responsabiliza caso o animal se machuque durante a viagem por conta de algum mau comportamento. Pelos no interior do carro e saliva (no caso de cães que adoram viajar com a língua para fora) já são esperados, então não serão cobrados.

No início de outubro, a empresa já havia realizado um teste para este novo serviço, no Dia Nacional de Adotar um Animal. Em uma parceria do Instituto Luísa Mell, Dog Hero e o aplicativo de transporte, motoristas do Uber levavam cães disponíveis para adoção até a casa de quem estivesse interessado em ficar com eles.

Você acha que o serviço de transporte de pets do Uber deveria ser oferecido em todo lugar? Por quê? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: