Uma das polêmicas relacionadas ao Uber é a possibilidade de quase qualquer pessoa se tornar um motorista pelo app, mas nem sempre é o profissional atrás do volante que pode causar confusões. O vídeo acima, por exemplo, é uma prova viva e gravada disso.

O motorista Edward Caban compartilhou a gravação para mostrar um passageiro aparentemente bêbado que chamou um carro e, após muita discussão, agrediu o condutor de forma bastante violenta. Tudo foi registrado porque o motorista colocou uma câmera no painel — justamente por achar o trabalho inseguro e prever que algo assim fosse acontecer.

Segundo Caban, o rapaz não quis dar o endereço de destino, falando apenas "vire aqui" nas curvas. Além disso, ele parecia perder a consciência várias vezes durante o trajeto, além de se recusar a colocar o cinto de segurança e volta e meia xingar ou gritar com o motorista. Depois de um tempo, o condutor cansou da situação, parou em um estacionamento e avisou que a corrida estava cancelada.

Como você pode ver acima, a reação do rapaz (a partir de dois minutos e meio de vídeo) é violenta, com tapas e puxões. Para se defender, Caban usou um spray de pimenta e chamou a polícia. Benjamin Golden, de 32 anos, foi preso por agressão. Já Caban disse que vai procurar outro trabalho, já que não se sente mais seguro no Uber.

Você é contra o Uber? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: