Apesar dos diversos problemas no Brasil e em outros lugares do mundo, o Uber parece estar crescendo mais do que qualquer usuário do serviço poderia imaginar. Segundo uma apresentação obtida pela Reuters — que seria utilizada para atrair investidores ao app —, a receita líquida em 2015 deve ser quatro vezes maior do que a registrada em 2014, chegando, portanto, a US$ 10,84 bilhões.

Mais impressionante do que isso para uma companhia de apenas seis anos são as projeções para 2016. No ano que vem, a empresa deve arrecadar nada menos que US$ 26,12 bilhões, isso contando o acumulado de todas as corridas realizada pelos motoristas do serviço em todos os 50 países onde atua.

Segundo a apresentação, a Uber fica com 20% do valor de cada corrida realizada pelos motoristas, que não precisam lidar com máquinas de cartão de crédito ou com dinheiro em seus carros.

Sem confirmações 

Procurado pela Reuters, um porta-voz da Uber em San Francisco, EUA, disse que não poderia comentar sobre especulações, mesmo tendo conferido informações da tal apresentação. Como a Uber é uma companhia de capital fechado, seus dados financeiros são sigilosos e não precisam ser divulgados para ninguém, como acontece em empresas com ações na bolsa de valores.

Falando em empresas de capital fechado, estima-se que a Uber tenha valor de mercado de US$ 50 bilhões atualmente, o maior valor entre todas as empresas de tecnologia que não estão na bolsa. Ainda assim, a apresentação não comentava sobre esse suposto valor nem dizia quanto a companhia gastava anualmente, não foi possível fazer o cálculo dos lucros de 2014 nem das previsões para 2015.

Cupons de desconto TecMundo: