Um pequeno deslize cometido pela Uber na forma como cobra seus ganhos dos motoristas da cidade de Nova York vai custar à empresa “dezenas de milhões” de dólares. De acordo com o site Quartz, a companhia veio a público afirmar que errou na maneira como calculava sua taxa de serviço em uma das mais importantes regiões dos EUA e que vai devolver esse valor aos seus funcionários.

Em resumo, a situação ocorreu porque a taxa aplicada por eles na cidade normalmente é de 25% para viagens de UberX. Entretanto, um de seus termos de serviço ainda de novembro de 2014 afirmava que o cálculo das comissões era baseado em sua tarifa líquida – ou seja, o valor pago pelo passageiro menos outras taxas de venda.

Como resultado, a Uber acabou por tomar em torno de 2,6% a mais do que deveria de seus condutores nova-iorquinos e, como dito antes, já afirmou que planeja devolver os valores a seus motoristas da cidade. Junto disso, a empresa vai incluir juros anuais de 9%, o que deve resultar em um pagamento médio de US$ 900 para “dezenas de milhares” deles.

Um erro a ser corrigido quanto antes

“Nós cometemos um engano e estamos comprometidos em acertar isso pagando a todos os motoristas todos os centavos que lhes são devidos – mais juros – e o mais rápido possível”, afirmou Rachel Holt, gerente geral da Uber nos EUA e Canadá. “Nós estamos trabalhando duro para recuperar a confiança de nossos motoristas, e isso significa sermos transparentes, nos mantendo à nossa palavra, e fazendo a experiência Uber melhor de ponta a ponta”, continuou ela, em uma declaração oficial.

Como isso vai funcionar para os condutores, por sua vez? Basicamente, todos os afetados pelo erro estão sendo contatados pela Uber através de email, sendo que motoristas que completaram uma viagem nos últimos 90 dias terão o dinheiro depositado diretamente em suas contas dentro de uma semana.

Já para aqueles que não trabalharam para o app nessas datas, será necessário preencher um formulário online confirmando as informações de sua conta bancária. Assim, eles podem depositar o valor na conta correta dentro de uma a duas semanas.

Nós cometemos um engano e estamos comprometidos em acertar isso pagando a todos os motoristas todos os centavos que lhe são devidos – mais juros – e o mais rápido possível

Para garantir que nenhum dos afetados saia perdendo, por sua vez, a empresa não colocou um prazo para que as requisições sejam feitas, e ainda está divulgando as mudanças para seus condutores através de apps de mensagens, folhetos e até sessões informativas em seus centros de ajuda ao motorista.

É claro que, apesar de tudo, a decisão de priorizar e ajudar seus condutores é muito bem-vinda; no entanto, será que isso vai ser suficiente para melhorar a visão de seus “funcionários”, visto que esse é um dos vários problemas pelos quais a Uber está sofrendo como um todo? Infelizmente, teremos que esperar para ver – e torcer para que casos como esse não continuem se repetindo.

Cupons de desconto TecMundo: