A Uber vem passando por uma turbulência nos últimos meses, no que toca valores pagos aos motoristas, leis trabalhistas e relatos de assédio sexual. Em meio à isso, alguns executivos importantes estão deixando a companhia, de acordo com o Autoblog.

Jeff Jones se decepcionou com a Uber

Talvez a notícia mais preocupante: depois de seis meses, o presidente Jeff Jones está abandonando o cargo. De acordo com as fontes, ele "concluiu que a situação da Uber é pior do que acreditava quando fui contratado". "As crenças e a abordagem da liderança que guiaram minha carreira são inconsistentes com o que eu vi e presenciei na Uber", declarou Jones ao Recode.

Além do presidente, outros executivos estão abandonando o barco. Entre eles, está Brian McClendon, que cuidava dos mapas e da plataforma de negócios. McClendon comentou no Twitter que está voltando ao Kansas, estado norte-americano, para trabalhar as "ambições políticas".

Outros executivos que saíram nas últimas semanas

  • Gary Marcus: estava há 3 meses na Uber e cuidava da parte de inteligência artificial
  • Raffi Krikorian: diretor sênior do Centro de Tecnologias Avançadas da Uber
  • Ed Baker: vice-presidente de produto e crescimento, sai após três anos de serviços
  • Amit Singhal: vice-presidente sênior de engenharia na Uber

Cupons de desconto TecMundo: