O Uber em parceria com a Yext, uma startup nova iorquina especializada em dados de localização para empresas, estão desenvolvendo uma funcionalidade para ajudar compradores on-line agendar passeios aos seus lugares (comerciais) favoritos, como lojas ou restaurantes.

O anúncio faz parte da decisão do Uber de abrir a interface de programação de aplicativo (API) para desenvolvedores terceiros. Desde então, várias empresas têm aproveitado a API, incluindo o Google Maps, Open Table e Trip Advisor.

Muito útil

A parceria também vai permitir que corporações divulguem seus conteúdos publicitários na plataforma do Uber durante o trajeto. Funciona assim: as empresas vão adicionar um botão “Chame um Uber” em suas páginas ou em campanhas de e-mail marketing.

Aí você está vendo um anúncio on-line de uma rede de restaurantes e lá está o botão do Uber, basta clicar para reservar um Uber que o levará ao restaurante da rede mais próximo à sua localização. A Yext promete levar você ao lugar certo, não a um centro de discussões ou um estacionamento.

Ou irritante?

As pessoas têm que ganhar dinheiro, não é? Clicando no botão, você autoriza a rede de restaurantes a lhe servir anúncios, ofertas e descontos durante o trajeto, o que a Yext vêm chamando de “Trip Branding”, algo com marketing de viagem.

Ao abrir o aplicativo Uber no caminho, você verá um banner na parte inferior do aplicativo mostrando conteúdo relevante relacionado ao local que você está se indo, como o cardápio, e também, é claro, ofertas e conteúdo institucional.

Segundo o porta-voz da Yext em declaração ao site The Verge, com a evolução do sistema, este deverá oferecer mais funcionalidades como a opção de reservar uma mesa durante o trajeto ou até antecipar o pedido.

Experiência de viagem

O objetivo do Uber é adicionar funcionalidades ao aplicativo, fornecendo conteúdo e serviços relacionadas ao trajeto que o usuário está seguindo no momento. O Uber quer ser sua principal opção quando você for às compras.

Baseado nas “Experiências de Viagem”, integração do Uber com aplicativos de terceiros para oferecer conteúdo durante a viagem, com a permissão do usuário, baseado nos detalhes do caminho específico que o usuário está tomando.

Em comunicado o Uber ressalta que de acordo com os termos de uso da sua API, os desenvolvedores não estão autorizados a utilizar a API para distribuir publicidade não solicitada ou promoções para os usuários.

“Quando e somente quando os usuários solicitarem passeios a partir do botão “Chame um Uber” através da plataforma da Yext, as empresas podem exibir informações valiosas para melhorar a viagem do usuário ou prepará-los para a sua chegada. A esperança não é irritá-los, eles são seus próprios clientes, afinal de contas".

Vamos ver o resultado e quando chegará ao Brasil mas, se por um lado pode até ser legal e ajudar a tornar o trajeto mais rápido e divertido. 

********

Este texto faz parte do programa TecMundo Experts, pelo qual leitores com alguma especialidade em tecnologia podem encaminhar seus conteúdos para o TecMundo. As matérias publicadas aqui são enviadas de modo voluntário e sem vínculo empregatício.

Cupons de desconto TecMundo: