Os pagamentos de viagens Uber poderão ser feitos em dinheiro a partir desta semana, na cidade de São Paulo. As informações são da revista Exame. A opção será disponibilizada automaticamente aos novos usuários; as contas já cadastradas vão migrar para o novo modelo aos poucos.

O anúncio foi feito após o Uber adotar as regras da prefeitura para os sistemas de transporte individual privado, segundo informa Fabio Sabba, porta-voz da empresa (para cada quilômetro rodado, R$ 0,10 da quantia arrecadada pelo serviço têm de ser pagos ao governo).

A cidade de São Paulo é a quinta cidade a permitir o pagamento das corridas em dinheiro – até então, Recife, Fortaleza, Salvador e, mais recentemente, Belo Horizonte já permitiam o acerto em espécie, sem a necessidade do cadastro prévio de um cartão de crédito por parte do usuário. 

Riscos de assalto não deverão aumentar, pois somente o usuário saberá qual carro pertence ao Uber.

“Essa é também uma vontade dos motoristas. Se recebem em dinheiro, têm o dinheiro na hora, em vez de receber na semana seguinte, que é quando pagamos”, comenta Sabba. Ainda de acordo com o executivo, a medida foi adotada após a empresa perceber que 60% dos cadastros de novos usuários eram encerrados no momento em que os dados de cartão de crédito tinham de ser informados.

Se o motorista não tiver troco, o cliente receberá um saldo positivo em sua conta, que poderá ser usado na próxima corrida. Para Sabba, os usuários não precisam se preocupar com aumento no risco de assalto, pois somente quem chama o transporte vai saber que o carro presta serviço para o Uber.

Cupons de desconto TecMundo: