Um carro preto que pode ou não pertencer ao aplicativo Uber foi bastante danificado durante um protesto organizado por taxistas em São Paulo nesta terça-feira (10). A manifestação era uma forma de protesto contra a última ação do prefeito Fernando Haddad, do PT, que liberou definitivamente o uso do serviço e de alternativas similares.

O protesto acontecia na Avenida 23 de Maio e apenas uma faixa de cada sentido da pista estava liberada pelos manifestantes para tráfego. Só que, em determinado momento, um carro preto cansou de ficar na única (e lenta) pista, passando para a faixa ao lado. Ao tentar escapar, ele forçou a passagem e chegou a derrubar alguns dos manifestantes.

Neste segundo vídeo, fica ainda mais clara a tentativa de fuga do automóvel e o perigo da ação. A não ser que se trate de um UberX, o modelo Corsa indica que a vítima seria um motorista "comum" tentando chegar ao seu destino (possivelmente o Aeroporto de Congonhas, já que a pista em questão é caminho para lá). A polícia estava no local para conter os manifestantes, mas não chegou a identificar ou parar os ativistas ou o condutor.

Essa atitude levou os taxistas a surrarem o veículo, batendo na lataria e tentando cercá-lo para impedir a passagem. No fim das contas, o carro preto conseguiu passar com o porta-malas danificado e um vidro quebrado, mas não há informação de feridos. Porém, não podemos deixar de frisar que as atitudes de ambos os lados neste caso são condenáveis.

Você é contra o Uber? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: