Se você segue os mensageiros Viber ou o Telegram no Twitter, deve ter visto a treta que as contas brasileiras desses dois serviços promoveram na rede social na última semana. A coisa foi tão séria que o criador do Telegram se pronunciou no microblog para dizer que o @ViberBR estava mentindo e que isso seria patético.

Tudo começou com um tweet do @ViberBR dizendo o seguinte: “WhatsApp pode ser bloqueado e Telegram cheio de problemas de segurança. Baixe o Viber e continue trocando msgs!”.

Esses problemas de segurança do Telegram aos quais o tweet se refere são os encontrados por esses especialistas, que consideraram a criptografia do mensageiro “horripilante”. O Telegram se manifestou sobre o artigo e disse que essas brechas de segurança foram provocadas pelo fato de o smartphone utilizado no procedimento ter sido rootado.

O Telegram respondeu prontamente a provocação do Viber com o seguinte tweet: “Tenha mais cuidado ao tweetar. Não é bom espalhar falsos boatos para obter usuários. Tente ter grandes recursos em vez disso.” A réplica foi o bordão “Meça suas palavras, parça”. 

O criador do Telegram, Pavel Durov, entrou na briga e disse: “Patético ver o Viber mentir sobre ‘milhões’ de downloads no Brasil hoje quando eles não estão nem no top 12”. Em anexo, uma lista dos mais baixados da App Store do iOS. Durov disse ainda que vai acionar o concorrente na justiça brasileira para resolver a peleja.

Depois dessa pequena confusão, qual dos mensageiros você prefere? O Viber ou o Telegram? Ou não curte nenhum dos dois?

Cupons de desconto TecMundo: