Quem está de olho no que está acontecendo no Twitter deve ter ouvido falar, em algum momento, que contas do microblog favoráveis ao grupo terrosita ISIS estavam divulgando material nada convidativo para o ambiente da rede. Por conta disso, várias delas foram bloqueadas, o que gerou um sentimento de revolta naqueles que estão ligados à organização do Oriente Médio. 

Por conta desses bloqueios, funcionários do Twitter e até mesmo Jack Dorsey, um dos fundadores do microblog, foram ameaçados de morte em uma mensagem que foi compartilhada no site JustPaste.it. Ela está em árabe, mas é possível conferir a tradução de um trecho dela nas linhas a seguir: 

“Vocês começaram essa guerra fracassada... Nós dissemos a vocês desde o começo que essa não era a sua guerra, mas vocês não entenderam e continuaram fechando as nossas contas no Twitter, mas nós sempre voltamos. Porém, quando os nossos leões saírem e os pegarem, vocês nunca mais voltarão à vida”, diz a mensagem. 

Vale mencionar que o grupo também teve as suas contas no Facebook e YouTube afetadas, mas não há informações sobre ameaças aos funcionários ou fundadores destes serviços.

Cupons de desconto TecMundo: