Não é novidade que o Brasil representa um mercado emergente para diversas empresas de tecnologia, com o povo do país sendo um dos públicos mais ativos em diversas redes sociais. Com o Twitter não poderia ser diferente, e a empresa não demorou a perceber o engajamento dos consumidores nacionais, principalmente depois da repercussão da Copa do Mundo em 2014 no serviço. De olho nos latinos e brasileiros, a companhia resolveu levar para os EUA o carioca Rafael Dahis, de 26 anos, responsável por criar novas ferramentas para a plataforma.

O objetivo é aproveitar o bom momento da rede com esse público, lançando medidas para continuar a embalar os tweets desses usuários ao mesmo tempo que engaja novos clientes. A ideia do Twitter ao trazer Dahis para a sede da empresa em San Francisco, na Califórnia, é “levar em consideração todas as especificidades, características e desejos dos usuários da América Latina”. Um dos recursos desenvolvidos pelo brasileiro é o “Enquanto você esteve longe”, inicialmente pensado para o público latino, mas que deve alcançar o resto do mundo.

Foto: Divulgação/Twitter

A ferramenta habilita uma seleção das principais mensagens postadas na timeline dos usuários durante sua ausência da rede, fazendo com que a pessoa não fique perdida ou por fora do que acontece durante um período offline. Para Dahis, a funcionalidade é algo fundamental para a clientela da região, já que “vai ser um fato a mais para que ele use o Twitter quando chegar em casa”. Como o público latino costuma interagir bastante e seguir muitos perfis, o recurso é algo essencial para reduzir o problema que é acentuado pela dinâmica veloz do Twitter.

Brasil: terra do futebol e dos tweets

Ainda que o português tenha sido uma das primeiras línguas a receber a rede social traduzida, só agora a empresa se esforça para pensar em soluções específicas para o país e seu entorno. O grande volume de comentários em até 140 caracteres durante a Copa do Mundo realizada no Brasil parecem ter sido mesmo o estopim para a mudança de mentalidade.

Na época, o Twitter criou um sistema que permitia inserir bandeiras das seleções e interagir mais facilmente com outros fanáticos pelo evento de futebol na região. Porém, conforme a bola foi rolando durante as partidas, a ferramenta acabou sendo utilizada por usuários de outros países. Isso tudo acabou fazendo com que a rede social se tornasse ponto de encontro para comentar os jogos em tempo real por todo o mundo.

Pensando em ir além, a companhia também quer ficar mais próxima da comunidade local de desenvolvedores, criando conferências e divulgando o que pode ser feito na sua plataforma. Dahis afirma que entender e ampliar as parcerias na América Latina é algo primordial, já que a região vem se tornando uma bloco-chave no setor de tecnologia.

Cupons de desconto TecMundo: