Assim como você já deve imaginar, a pedofilia é um crime dos mais sérios, com punições severas para quem comete ou incita esse tipo de atividade — e isso inclui o compartilhamento de links com conteúdo recheado de pornografia infantil na internet. Por conta disso, é normal que grandes sites tomem medidas preventivas para que coisas como essa não aconteçam.

Agora, é a vez do Twitter entrar nessa luta, sendo que ele vai contar com uma ajuda da Microsoft para isso. Até o fim deste ano, a rede social vai começar a utilizar uma tecnologia chamada PhotoDNA, com o objetivo de impedir o compartilhamento de imagens que façam qualquer tipo de alusão à pedofilia.

Funcionamento relativamente simples

O PhotoDNA, que foi criado pela empresa do Windows com outras companhias parceiras, compara as fotografias repassadas por links com um banco de dados pré-determinado. Com isso, o recurso é capaz de detectar e bloquear postagens que estejam promovendo a pornografia infantil, por mais que os arquivos tenham sido alterados.

Como esse recurso só vai ser implantado no final do ano, o pessoal do Twitter orienta os seus usuários para que conteúdo pedófilo seja denunciado. Se você entrar em contato com algo do gênero, mande um email para o endereço cp@twitter.com, denunciado a postagem e o perfil responsável por ela.

Cupons de desconto TecMundo: