(Fonte da imagem: Reprodução/Awful Announcing)
O repórter de esportes do jornal norte-americano The Florida Times Union, Vito Stellino, passou por uma situação bastante constrangedora ontem. Isso porque, em vez de colocar um link para um de seus últimos artigos em um tweet, Stellino postou o endereço para um vídeo pornográfico (cujo nome não pode ser publicado nesta matéria).

Apesar de receber algumas respostas bem-humoradas de fãs surpreendidos com o ocorrido, o tweet contendo o “artigo” de Stellino ficou no ar por pouco mais de uma hora. Demora que pode ter sido ocasionada pelo fato de o jornalista ter utilizado um encurtador de links que escondeu o endereço do vídeo.

Enquanto ainda não há informações a respeito da permanência do colunista em seu emprego, o episódio deixa uma lição valiosa para todos aqueles que abusam de suas capacidades de realizar múltiplas tarefas durante o trabalho.

Fonte: Awful Announcing

Cupons de desconto TecMundo: