O telespectador brasileiro vai poder marcar consulta no SUS (Sistema Único de Saúde) e procurar emprego pela TV Digital em breve. O Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações (CPqD) fez testes no estado de São Paulo, e os programas interativos serão veiculados primeiramente pelo canal Empresa Brasil de Comunicação, do governo. Os aplicativos fazem parte da primeira leva oficial de conteúdo interativo para o modelo brasileiro de TV digital.

De acordo com a notícia publicada na Folha de São Paulo, o governo não pretende obrigar as emissoras a ter projetos de desenvolvimento de aplicativos. A tendência é que as próprias emissoras tenham a iniciativa de produzir conteúdos interativos, uma vez que o número de televisores digitais deve aumentar (na semana passada, uma portaria obriga a presença do Ginga, software de interatividade, em 75% das TVs fabricadas no Brasil a partir de 2013).

O propósito é criar e mostrar os parâmetros de programação tanto para os canais públicos como para os comerciais. Ainda não há data certa para a disponibilidade de serviços como o agendamento de consulta médica, uma vez que esse tipo de interatividade depende da organização das prefeituras e outros envolvidos. A programação interativa deve começar com notícias, previsão do tempo e jogos.

Cupons de desconto TecMundo: