(Fonte da imagem: Shutterstock)

O ano de 2012 foi um bom período para o mercado de TV paga no Brasil. Segundo relatório da Anatel, o país encerrou o ano com mais de 16,2 milhões de assinaturas e mais de 222 mil novos contratos apenas no último mês do ano.

A base de assinantes cresceu 27% com as 3,4 milhões de novas contratações. Se considerado o número médio de moradores por domicílio, isso leva ao número de cerca de 53,4 milhões de brasileiros com acesso à TV por assinatura. As estatísticas ainda apontam que o serviço já está presente em 27% das residências do país.

Para a contagem, a Anatel informa que todos os tipos de tecnologia para a TV paga são considerados, desde a transmissão de dados por meios físicos (TV a cabo - TVC), por espectro radioelétrico em micro-ondas (Serviço de Distribuição de Sinais Multiponto Multicanal - MMDS), utilizando o sinal UHF (Serviço Especial de Televisão por Assinatura - TVA) ou por satélite (Serviço de Distribuição de Sinais de Televisão e de Áudio por Assinatura Via Satélite - DTH).

No entanto, a transmissão via satélite ainda lidera a TV paga no país, chegando a 60,8% dos clientes, enquanto a transmissão via cabo representa 38,3% dos contratos. Embora a região Nordeste do país tenha apresentado a maior taxa de crescimento ao longo do ano (34,95% das novas assinaturas), o Sudeste ainda é líder, com 38,6% dos contratos ativos no país.

No share de mercado, o grupo NET/Embratel detém mais da metade do mercado brasileiro, com 8,5 milhões de clientes. Em segundo lugar fica a SKY/Directv com 5 milhões de usuários, seguida pela Oi (748,7 mil), Telefônica (594,9 mil) e GVT (425,6 mil).

Cupons de desconto TecMundo: