Não importa o segmento de desenvolvimento, quando uma novidade na área é boa, todos os produtos concorrentes a adotam indiscriminadamente. Para os navegadores, o caso mais marcante foi a navegação por abas. Entretanto, como ela não poderia ser novidade para sempre, outra mudança muito marcante veio para fazer história.

A promessa da nova geração de browsers é o recurso de aceleração de hardware: Internet Explorer 9, Firefox 4, Chrome 10 e Opera 11, nenhum quer ficar para trás. Entre os citados, somente o Opera está em último lugar, pois o recurso está disponível para testes apenas em versão Beta ou inferior.

Firefox e IE

O Internet Explorer 9 foi o primeiro a apresentar a aceleração de hardware e, por isso, fez bastante propaganda para divulgar a novidade. Talvez por essa razão a função já venha ativada no navegador, logo, não há por que se preocupar em ativá-la. Contudo, caso deseja desativá-la, confira o artigo Como desabilitar a Aceleração de Hardware no Internet Explorer 9.

O Firefox 4 já está na primeira versão RC e também já vem instalado com a aceleração ativada por padrão. No entanto, se por alguma razão ela estiver desativada, faça o seguinte:

Abra as opções do navegador.

Opções

Na guia “Geral” do menu “Avançado”, simplesmente marque a opção “Quando disponível, usar aceleração por hardware” e selecione “OK”.

Ative

Chrome

Para ativá-la no Chrome, o processo é um pouco mais complicado.

Acesse “about:flags” e pressione “Enable” para ativar as opções “GPU Accelerated Compositing”, “GPU Accelerated Canvas 2D” e “Web Page Prerendering”.

Não se esqueça de reiniciar

Feito isso, não se esqueça de usar o botão “Restart Now” para reiniciar o Chrome e ativar as alterações.

Pronto! Com isso você deve ser capaz de visualizar o Teste dos Mil Peixes com um aproveitamento superior a 30 quadros por segundo (caso possua uma boa placa de vídeo).

Cupons de desconto TecMundo: