Ampliar (Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

O Cliplets é um aplicativo desenvolvido pela Microsoft que oferece ferramentas com as quais você pode criar arquivos que misturam o melhor das fotografias e dos vídeos, permitindo a inserção de texturas e efeitos cinematográficos.

Esse programa é muito usado por pessoas que não têm muito dinheiro para gastar em um software do gênero ou que procuram por uma aplicação com recursos simples e práticos. Em uma de suas últimas atualizações, o Cliplets ganhou suporte também para a construção dos famosos GIFs animados. É exatamente isso que vamos ensinar você a fazer neste tutorial.

Pressione o botão abaixo para baixar o Cliplets:

1. Carregar e selecionar trechos do vídeo

Depois de ter devidamente instalado o Cliplets, a primeira coisa a ser feita é carregar o vídeo desejado. Para isso, basta você arrastar o arquivo referente à gravação requerida para o centro da janela do programa – local com a inscrição “Drop a video or project file here to get started”.

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

O aplicativo suporta editar apenas conteúdos com no máximo dez segundos de duração. Por isso, se o vídeo carregado for maior do que esse limite, você terá que recortar um trecho da filmagem.

Na janela aberta pelo software, você fica livre para arrastar a barra de seleção azul até o ponto que englobe a parte do vídeo que deverá ser usada para a criação do GIF. Após definir essa configuração, clique em “OK” para prosseguir.

2. Acrescentando uma nova camada de loop

Ampliar (Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Em seguida, a sua missão é acrescentar uma nova camada ao projeto, permitindo que você realize as alterações necessárias. Na barra lateral da direita, pressione o botão “Add new layer”. Uma nova entrada deve ser exibida nessa coluna. Clique na caixa de seleção desse novo item e defina a função “Loop”.

Na barra superior da janela, chamada “Input”, é possível fazer um novo recorte da filmagem. Você pode realizar essa ação por meio da indicação de seleção colorida (roxa no nosso caso). Leve essa marcação até o novo trecho requerido e aumente ou diminua a distância entre as duas hastes para ampliar ou reduzir o tempo de execução selecionado.

3. Seleção de área

Ampliar (Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

O Cliplets possibilita que apenas uma parte da tela do vídeo se movimente no GIF, deixando o resto do cenário estático. Por isso, o próximo passo é efetuar essa definição de área da gravação. Ao posicionar o mouse sobre a seção que apresenta a reprodução, você perceberá que o cursor ganha uma aparência de um lápis. Use-o para selecionar a região que deve manter-se em movimento na animação.

4. Extensão das repetições

Ampliar (Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

O último passo para finalizar uma camada é definir a extensão na qual as repetições devem ser aplicadas. Em “cliplet”, na barra inferior da janela do programa, você é capaz de aumentar ou reduzir a velocidade da animação recém-criada afastando ou aproximando a distância entre as duas hastes do indicativo de seleção com coloração mais forte.

Além disso, é nesse momento que você define se as repetições da camada em edição deverão aparecer apenas em um trecho do GIF ou ao longo de todos os dez segundos. Essa configuração é feita selecionando cada segmento criado na barra “cliplet”. Pressionando o botão “Play”, você pode visualizar o resultado do seu trabalho.

O Cliplets ainda permite que você aplique diversas camadas em uma mesma animação. Siga os mesmo procedimentos descritos anteriormente para cada novo layer que você quiser adicionar.

5. Exportação

Por fim, chegou a hora de exportar a sua animação. Clique em “Export cliplet”, insira um título para o arquivo a ser gerado e pressione o botão “Salvar”. Por padrão, o aplicativo deixa a extensão GIF selecionada para gerar o novo conteúdo. Você também pode usar a seção “Save project” para armazenar o seu projeto – podendo editá-lo posteriormente.

Cupons de desconto TecMundo: