(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Criar máquinas virtuais em um computador não é mais algo raro. De fato, hoje isso é bem comum — ao ponto de o Windows 8 já vir com uma ferramenta para realizar esse processo: as famosas “VMs”, chamadas Hyper-V (algo antes exclusivo da versão Server do sistema operacional).

Para aprender a usar máquinas virtuais com o programa, siga este passo a passo do Tecmundo, que explica detalhadamente como usar as ferramentas do software.

Pré-requisitos

  • Sistema operacional de 64-bits;
  • Processador com tecnologia SLAT (Second Level Address Translation);
  • Memória RAM com mínimo de 4 GB;
  • Arquivo ISO do sistema operacional a ser instalado como máquina virtual.

Como instalar

Antes de poder usar o sistema do Hyper-V, é preciso que ele seja instalado na máquina – um processo fácil e rápido, mas um pouco diferente do que você está acostumado.

Primeiro, acesse Settings > Control Panel > Programs e, na lista de opções, clique em “Turn Windows features on or off”. Uma pequena janela deve ser aberta; nela, marque a opção “Hyper-V” e clique em “Ok”. Seu computador vai precisar ser reiniciado, mas vai voltar já com o programa instalado.

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Criando uma máquina virtual

Com o sistema instalado, clique em New > Virtual Machine... no campo “Actions”. Uma nova janela de instalação vai ser exibida. Prossiga por ela clicando em “Next”, passando pelas partes do processo descritas logo abaixo.

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Specify Name and Location

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Nessa parte do processo, preencha o nome da máquina virtual e o local de armazenamento do sistema, se desejar. Caso você não queira mudar os dados-padrão desses campos, apenas prossiga.

Assign Memory

Fique atento a este passo da instalação: aqui, é necessário designar a quantidade de MB que a máquina virtual poderá usar como se fosse sua própria memória RAM.

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

O mais recomendável é inserir um valor entre 1024 e 2056 MB, de acordo com os usos que você pretende dar para o sistema e para as configurações de seu computador. Ativar a opção “Enable Hyper-V to manage the memory amount dynamically for the VM” também é uma boa ideia, pois ela permite que a máquina virtual use mais memória, se necessário.

Importante: evite atribuir valores muito altos de RAM, pois eles podem deixar o sistema operacional principal de seu PC bastante lento. Quantias baixas também são pouco recomendadas, pois assim sua máquina virtual é que vai ter um desempenho ruim.

Configure Networking

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Neste campo, você pode escolher o Virtual Switch que seu computador vai utilizar, para ter o controle da rede interna que a máquina virtual pode acessar. Uma vez que isso é destinado apenas para a criação de grandes redes, prossiga para o próximo passo, clicando em “Next”.

Connect Virtual Hard Disk

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Ao chegar neste campo, você vai precisar escolher entre três opções diferentes:

  • Create a virtual hard disk: cria uma nova máquina virtual a partir de um arquivo ISO;
  • Use an existing virtual hard disk: permite que você use uma máquina virtual previamente instalada em seu Hyper-V;
  • Attach a virtual hard disk later: caso você não possua o arquivo ISO na instalação, é possível marcar essa opção para completar o processo de criação da máquina virtual mais tarde.

Neste tutorial, vamos considerar que a primeira opção foi escolhida, já que esse é o caso mais comum. Aqui, alguns provavelmente vão ficar em dúvida quanto ao campo “Size”. Nele, você deve escolher qual o limite de espaço que a máquina vai “enxergar” em seu computador. Insira a quantia que achar melhor e continue.

Installation Options

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Na última parte do processo, você vai encontrar mais quatro opções:

  • Install an operating system later: caso você não possua o arquivo ISO na instalação, é possível marcar essa opção para completar o processo de criação da máquina virtual mais tarde;
  • Install an operating system from a boot CD/DVD-ROM: instala o sistema a partir de um arquivo ISO, seja ele uma mídia física ou digital;
  • Install an operating system from a boot floppy disk: instala o sistema a partir de um disquete;
  • Install an operating system from a network-based installation Server: opção destinada à instalação do sistema a partir de um servidor em rede.

Escolha o item que melhor se encaixa às suas necessidades. Se você marcou a segunda ou terceira opção, encontre a ISO do sistema através do botão “Browse”.

.....

Seguindo todos os passos corretamente, sua VM deve ser criada assim que o botão “Finish” for pressionado. Para ligá-la, basta clicar duas vezes na máquina virtual desejada, encontrada no campo “Virtual Machines” do Hyper-V.

Fonte: MSDN

Cupons de desconto TecMundo: