O uso de smartphones está cada vez mais indispensável na vida cotidiana. Muitas das nossas informações importantes estão nesse aparelho: logins bancários, fotos, redes sociais e mais uma infinidade de detalhes pessoais.

Pensando nisso, foram criados aplicativos que prometem manter todas essas informações importantes protegidas através de senhas, mesmo quando o celular estiver desbloqueado. Sendo assim, os seus dados vão continuar a salvo de pessoas mal-intencionadas que tenham o seu smartphone em mãos e queiram de alguma forma invadir a sua privacidade.

Uma boa opção para esse fim é o aplicativo AppLock. Confira como ele funciona:

1. Ao abri-lo, é exibida uma lista com os aplicativos que podem conter informações importantes, como WhatsApp e Facebook. À frente de cada um está uma caixa de seleção. Marque então os apps que você deseja proteger com senha e, em seguida, toque sobre o botão "Iniciar".

2. Na segunda fase do processo, você deve definir uma senha para acessar os aplicativos em questão. Conecte pelo menos quatro pontos para criá-la. Repita a senha para confirmar.

3. Para finalizar, o AppLock pede que você configure seu Android, pois assim ele poderá acessar outros apps.

Por segurança, o Android só permite que o Google Play e o Google Play Services façam isso. Assim, para permitir essa inclusão, vá em Aplicativos com acesso à utilização > Configurações, selecione o AppLock e ative a opção "Permitir acesso de uso". Desse modo, toda vez que alguém tentar acessar os aplicativos protegidos pelo AppLock, a tela do diagrama aparecerá, e a senha terá de ser desenhada.

O AppLock também possui recursos para ocultar fotos e habilitar automaticamente o gravador de chamadas para contatos previamente definidos, além de permitir a personalização da tela de bloqueio. Para mais segurança, habilite a proteção do AppLock também para a Google Play Store e as Configurações. Assim, se alguém tentar desinstalar o AppLock, não vai conseguir.

Mais uma alternativa

Outra boa opção é o Bloqueio AppLock, que é mais direto. Basta selecionar todos os aplicativos que você deseja proteger, criar uma senha ou padrão de desbloqueio, escolher um tema e depois dar a permissão para que o Bloqueio AppLock acesse a utilização de outros apps.

Pronto! Seus apps definidos estarão protegidos, mas isso ainda não é tudo! O Bloqueio AppLock possui um recurso bem especial, chamado "Intruso". Ele tira uma foto automaticamente da pessoa que tentar abrir seu aplicativo protegido caso ela erre a senha duas vezes e registra o app, a data e a hora em que se deu a tentativa de acesso.

Para iPhones, o recurso vem com o aparelho a partir das versões 6 e 6s, e as configurações ficam em Ajustes > Geral > Restrições. Para quem usa versões mais antigas do iPhone, outros apps como o iProtect e o Lockdown Pro podem ser boas opções e estão disponíveis na AppStore, mas em edições pagas.

Cupons de desconto TecMundo: