Filmes e séries de ficção científica alimentam a imaginação de muita gente com aquilo que poderá estar em nossas vidas no futuro, desde espaçonaves gigantescas e colonização de outros planetas até uma vida totalmente conectada. Um dos programas que incentivaram esse pensamento foi "Star Trek", que apresentou vários dispositivos tecnológicos que já fazem parte da nossa realidade  ou quase isso.

Entre esses aparelhos está o icônico Tricorder. Quem já assistiu à série sabe que se trata de um gadget portátil usado pela equipe da nave Enterprise para digitalizar uma determinada área ou um foco de interesse. Após fazer essa varredura, o acessório exibe um relatório completo do local analisado. Os personagens da atração mostraram três principais variantes dos Tricorders, sendo que a mais famosa delas foi a utilizada pelos médicos da Enterprise com o objetivo de ajudar a diagnosticar doenças e lesões corporais.

Embora ainda não tenham criado no mundo real um dispositivo tão completo e preciso, algumas funções mais básicas do Tricorder já existem e podem ser instaladas aí, no seu smartphone, através de aplicativos que possuem recursos semelhantes aos do aparelho visto em "Jornada nas Estrelas". Todos usam a câmera do telefone para reconhecer os objetos captados pelo sensor e, com isso, fornecer dados relevantes sobre os itens pesquisados.

Quer conhecer melhor espécies de flores e plantas? Então baixe o Tree ID e o Leafsnap. Ambos utilizam técnicas de identificação visual em fotos para detectar espécies da nossa flora. E o melhor é que não é necessário conexão com a internet para ver os resultados; se a planta escaneada estiver no banco de dados dos apps, eles então vão exibir informações sobre aquela espécie.

Para quem gosta de astronomia, um app interessante é o Scientific Sci-Fi Scanner, que reúne centenas de dados científicos, incluindo leituras de plasma de vento solar de satélites em órbita, os últimos dez meses de temperatura da superfície terrestre, temperatura da superfície do mar, índice global de vegetação, leituras de campo magnético, meteorologia e muito mais. Todos esses dados são exibidos em um visual que lembra um pouco a interface do Tricorder.

Há também o GPS Status & Toolbox, que encontra a posição dos satélites na órbita terrestre e mostra dados sobre cada um deles, como intensidade do sinal emitido e a velocidade na qual têm viajado ao redor do nosso planeta.

No quesito barulho, você pode fazer o download do Sound Meter, um app que monitora o volume ao redor acima dos 100 decibéis (dB)  para se ter uma ideia, qualquer valor acima dos 75 dB já é considerado prejudicial ao ouvido humano.

Agora, se você quiser partir para um lado mais medicinal, a dica é o Lubax. A ferramenta fotografa manchas e lesões em destaque na pele e dá um pequeno diagnóstico do que aquela anomalia pode ser. A companhia dona do app montou um acervo com 12 mil imagens, que por sua vez são usadas por um algoritmo que faz a detecção de manchas na pele.

Outro app de saúde é o Smart Thermometer, um termômetro que usa os sensores do próprio smartphone (caso ele possua esse tipo de recurso) para determinar qual é a temperatura próxima ao aparelho. E vale o alerta: independentemente do resultado desses aplicativos, se você notar alguma mancha estranha, procure seu médico. Afinal, programas virtuais não substituem de forma alguma o diagnóstico completo de um especialista.

Esses apps devem funcionar como uma prévia do que vem por aí, já que existem projetos para transformar o Tricorder em um objeto real. O jeito é esperar para ver.

Cupons de desconto TecMundo: